Automobilismo

Racing Point é punida por irregularidades nos dutos de freio no GP da Estíria

Foto: Reprodução/Intagram @racingpointf1
— Continua depois da publicidade —

A queda de braço tem um vencedor e foi a Renault. A Federação Internacional de Automobilismo decidiu punir a Racing Point com a perda de 15 pontos no mundial de construtores e ainda multou a equipe inglesa em 400 mil euros (aproximadamente R$ 2,5 milhões) por irregularidades nos dutos de freio dos carros cor de rosa no GP da Estíria. Cabe recurso em até 24 horas.

A Renault havia protestado alegando que o sistema de freios da Racing Point foi copiado dos carros da Mercedes de 2019. Apesar da punição à equipe, os pilotos Sergio Pérez e Lance Stroll, que terminaram o GP da Estíria em sexto e sétimo lugares, respectivamente, tiveram seus resultados mantidos. A equipe inglesa também recebeu uma advertência por usar o sistema de dutos de freio nas corridas da Hungria e Inglaterra, mas não houve punições relativas a essas corridas.

Mesmo com a Racing Point sendo punida, a Federação Internacional de Automobilismo informou que será difícil esperar que a Racing Point remova os dutos de freio atuais e faça novos. Com isso, a equipe inglesa poderá seguir com o sistema atual. A escuderia cor de rosa sempre negou a cópia do carro e alegou que a semelhança entre os modelos se devia justamente ao fato de motor, câmbio e suspensões serem os mesmos, o que não seria irregular.

Com a punição, a Racing Point sai de 42 pontos e vai para 27, perdendo uma posição no mundial de construtores, justamente para a Renault, ficando na sexta colocação, cinco pontos atrás da equipe francesa. Outro fator que prejudicou o time cor de rosa foi o distanciamento de Ferrari e McLaren, já que a desvantagem para a escuderia italiana era de apenas um ponto e para a rival inglesa de nove.  

Neste domingo (9), acontece o grande prêmio de Silverstone, na Inglaterra.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo