Campeonato Gaúcho

Raio-X do Gre-Nal: Grêmio e Internacional começam a duelar na final do Gauchão; Veja seleção!

Ricardo Duarte/Internacional

No próximo domingo (16) começa a ser finalizado o Campeonato Gaúcho. Com primeiro jogo no Beira-Rio, o Estadual será decidido em um clássico Gre-Nal. Para o colorado, vale a quebra de um longo tabu sem vencer o torneio regional, enquanto para o tricolor a busca é pelo tetracampeonato consecutivo. Diante de um confronto entre equipes rivais e que possuem níveis técnicos semelhantes, o Esporte News Mundo convocou os oito setoristas de Grêmio e Internacional para montarem a seleção ideal, entre os atletas que atuarão no primeiro jogo da final.

Para a seleção dos melhores onze que podem atuar entre Internacional e Grêmio, foram observadas as seguintes prováveis escalações de cada um: Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson e Praxedes; Palacios, Mauricio e Thiago Galhardo; pelo Colorado de Miguel Ángel Ramírez. Pelo Tricolor, de Tiago Nunes, foi posto o time com: Brenno; Rafinha, Geromel, Ruan e Cortez; Thiago Santos, Darlan e Matheus Henrique; Luiz Fernando, Ferreira e Diego Souza.

Goleiro é Tricolor

Brenno em jogo contra o Novo Hamburgo. Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Entre os goleiros se deu uma disputa interessante, mas no qual a juventude do goleiro Brenno, do Grêmio, levou a melhor. Tendo começado a o ano na titularidade, e fazendo grandes atuações, o momento do jovem arqueiro de 22 anos é espetacular. Ele, inclusive, foi convocado recentemente pela seleção olímpica. Por outro lado, Marcelo Lomba vive um momento inseguro, sofrendo seguidas criticas da torcida e imprensa. E, como futebol é momento, “vitória” do goleiro gremista por 6 a 2, entre os oito votantes.

Dupla de zaga de dar inveja

Na defesa ocorreram, sem dúvidas, os confrontos mais desequilibrados da comparação. Tanto Geromel, como zagueiro direito, quanto Cuesta, pela esquerda, ganharam a disputa com unanimidade entre os oito setoristas. Zé Gabriel, pelo Internacional, e Ruan, pelo Grêmio, ainda são jovens, que não possuem a história ou idolatria dos dois selecionados. Geromel já teve passagens pela Seleção Brasileira, enquanto Cuesta disputa seguidamente o prêmio de melhor zagueiro do Brasileirão.

Um lateral de cada

Indo para um dos setores mais importantes dos times de Miguel Ángel Ramírez e Tiago Nunes, novo desequilíbrio em ambos os lados, mas sem unanimidade. Pela direita, Rafinha, com passagens de sucesso pela Europa e Seleção Brasileira, foi o escolhido com 7 votos a 1 sobre Rodinei. Mas, certamente, esta escolha única no colorado deve-se a fase espetacular do jogador, que é o líder de assistências no futebol brasileiro nesta temporada. Já pela esquerda, vantagem de Moisés por 5 a 1, em cima de Cortez. Dois setoristas afirmaram que não percebem fatores que diferenciem ou de vantagem para um deles.

Dourado leva a melhor em disputa acirrada

Rodrigo Dourado celebrando gol sobre o Esportivo. Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Na posição de primeiro volante, ocorreu uma das disputas mais acirradas nessa escolha pela seleção da dupla Gre-Nal. Capitão do Internacional, e jogador com imensa identificação junto da torcida, Rodrigo Dourado não vive momento tão bom, mas viu o potencial ser levado em conta na hora de “superar” Thiago Santos – que teve inicio surpreendentemente bom na temporada – por 5 a 3, na analise feita pelos oito setoristas.

Unanimidade entre os meio-campistas

Destaques nacionais na função nas últimas temporadas, não seria possível não ser selecionada a dupla Edenilson e Matheus Henrique entre os meio-campistas. O primeiro é um dos craques do Internacional, enquanto o segundo já teve convocação para a Seleção Brasileira e estará nas Olimpíadas defendendo a amarelinha. Por mais que Darlan e Praxedes sejam promissores, não tiveram chances contra dois atletas mais experientes e decisivos. Foi unânime a decisão dos oitos setoristas nas duas disputas.

Grandes promessas pelas pontas

Carlos Palacios na apresentação pelo Internacional. Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Pelos lados de campo, novamente ocorreu unanimidade. Pelo lado direito, foi escolhido o chileno Palacios, do Internacional. Apesar de ainda não ser uma afirmação, e tampouco ter feito uma grande atuação pelo colorado, o jogador é uma das maiores promessas do Chile, já tendo sido, inclusive, convocado para a seleção. Tal status é algo que Luiz Fernando não possui em uma disputa direta apesar de, na questão técnica, os dois estarem apresentando níveis semelhantes nos últimos duelos.

Ferreira comemora gol sobre o Lanús, pela Sul-Americana. Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Pelo lado esquerdo, por sua vez, está uma das maiores promessas do Tricolor. Ferreira vem sendo o grande nome do Grêmio na temporada, marcando gols e dando assistências seguidamente. Não fosse a forte concorrência nacional pela ponta esquerda, estaria sem dúvidas na seleção olímpica. Por mais que Maurício, do Internacional também seja promissor, hoje Ferreira já pode ser considerado uma afirmação, o que explica a unanimidade na escolha por ele.

O ataque é com Diego “Showza”

Diego Souza comemora gol diante do Aragua, pela Sul-Americana. Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Na frente, por mais que Thiago Galhardo tenha um ótimo início de temporada pelo Internacional, era impossível não selecionar Diego Souza. O centroavante é o artilheiro do Grêmio na temporada e comanda o ataque tricolor, que é um dos melhores do Brasil em 2021. Além disso, faz o pivô com perfeição e ainda bate faltas com precisão. Hoje é um centroavante completo e isso explica a unanimidade na seleção Gre-Nal antes da final do Campeonato Gaúcho.

Voto de “Minerva” decide o treinador

Miguel Ángel Ramírez e Tiago Nunes são treinadores que chegaram a pouco tempo em Internacional e Grêmio. Nesse curto período, todavia, já conseguiram mostrar grandes valências. O time de Ramírez consegue desenvolver um bom jogo de troca de passes e infiltrações, além de uma excelente bola parada. Já Tiago Nunes conseguiu ajeitar uma frágil defesa gremista e potencializou o contra-ataque e o jogo individual pelas pontas. Além disso, o comandante tricolor ainda está com 100% de aproveitamento na temporada. Diante de todos esses fatores, foi natural o equilíbrio na hora dois oito setoristas selecionarem, igualando em 4 a 4 e ficando a cargo do editor desempatar em favor do técnico do Internacional, por conta de um estilo de jogo mais pragmático.

Miguel Ángel Ramírez em partida contra o Olimpia, pela Libertadores. Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Com isso, a seleção da dupla Gre-Nal, antes da partida de ida pela final do Campeonato Gaúcho ficou assim: Brenno; Rafinha, Geromel, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson e Matheus Henrique; Palacios, Ferreira e Diego Souza. Técnico: Miguel Ángel Ramírez. Isso representa o equilíbrio que este clássico promete, afinal são seis jogadores do Grêmio e cinco do Internacional, sendo o técnico colorado. O confronto começa às 16h deste domingo (16), no estádio Beira-Rio.

Para saber tudo do Campeonato Gaúcho, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top