Opinião

Ramon Menezes devolve o prazer de voltar a ser Vasco

Rafael Ribeiro /Vasco

Assim que acabou a partida do Vasco, contra o Macaé, Alexandre Campello estava mais feliz do que qualquer jogador. Até mesmo do que o estreante técnico Ramon Menezes. A euforia do presidente, demonstrada para pessoas mais próximas, estava na maneira como o time venceu o adversário por 3 a 1.

Ramon fez o time sufocar, buscar o gol o jogo todo. Ele colocou em prática o futebol ofensivo que pretende impor no Vasco na temporada de 2020. E os três gols de Germán Cano deixaram escancarado que Abel Braga não era o técnico ideal para o time. Com a troca de Abel por Ramon, não só Cano, mas como os jogadores se transformaram em campo.

CONHEÇA O CANAL DO ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTER. CLIQUE E SIGA!

O clima em São Januário é muito diferente. Contra o Macaé, o time atuou de forma compacta, intensa, vibrante e lutou o tempo todo para controlar o jogo. O Vasco, inclusive, não se cansou de buscar a meta adversária. Lógico que, a fragilidade técnica do adversário foi fundamental. Afinal, o clube não conseguiu reconstruir o elenco para o recomeço do Campeonato Carioca.

Mas, descontando a desigualdade técnica, o Vasco venceu porque redescobriu a vocação para atacar. O trabalho de Ramon Menezes ainda está no início. Só que foi possível perceber triangulações pelos lados, a troca de posição do meio para frente e o volume na posse de bola. A intensidade na marcação. Não para apenas se defender.

O novo Vasco não tem mais medo de ter a bola nos pés. Ramon Menezes e Antônio Lopes Júnior mudou a filosofia de jogo. O time funcionou com Martín Benítez, Talles Magno, Vinícius e Germán Cano. Eles não são jogadores de primeira linha em atividade no futebol brasileiro. Mas se o time construir chances de gols, o centroavante terá condições de marcar.

SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO INSTAGRAM.

Ramon Menezes tem 47 anos. É considerado jovem para a profissão. Mas ele já deu sinais de que não pretende se abraçar a fórmula defensiva adotada por vários que treinadores que passaram pelo Vasco nos últimos anos. Agora, o treinador tem a oportunidade de desenvolver os conceitos táticos que aprendeu com grandes treinadores do futebol brasileiro.

O treinador percebeu o que todos precisam em São Januário. Pode ser que não conquiste nada na sua passagem pelo clube. Mas os torcedores redescobriram a identidade. Ele devolveu o prazer de voltar a ser Vasco. Afinal, a palavra medo não combina com o Gigante da Colina.

CURTINHAS:

Estreia de Ramon Menezes rendeu vários memes nas redes sociais
(Fotomontagem: Twitter @montagensdacolina)

CALCULADORA NA MÃO: Para se classificar na Taça Rio, o Vasco terá que vencer o Madureira de qualquer jeito. Mas existem dois cenários: se o Volta Redonda empatar com o Resende, o resultado terá que ser por três gols de diferença. Caso a equipe da Cidade do Aço seja derrotado, uma vitória simples do Gigante da Colina basta.

PRANCHETA: O lado direito voltou a ter muita força com Ramon Menezes. Afinal, a dupla Yago Pikachu e Rossi tiveram bom desempenho na temporada passada. Contra o Macaé, Vinícius foi a principal válvula de escape da equipe. Ele comeu a bola atuando ao lado de Talles Magno e Germán Cano.

IMPLACÁVEL: Em 2019, Marrony e Yago Pikachu foram os artilheiros do Vasco, com 9 gols cada um. Um ano depois, Germán Cano já soma 8 gols em 12 jogos. Ninguém segura o gringo!

TÁ NA REDE: Bendito seja o Petróleo do qual extraíram o diesel que abasteceu o caminhão que levou o concreto para construir o hospital onde Germán Cano nasceu.

PERGUNTAR NÃO OFENDE: Ramon Menezes seria o Marcelo Gallardo da Colina?

LEIA MAIS:

+ CAMPEONATO CARIOCA: A VERGONHA DO BRASIL

+ DE SUPER CRAQUE A RESERVA DE LUXO: DIEGO TEM FUTURO AMEAÇADO NO FLAMENGO

+ PRESIDENTE MODERNO OU DIRIGENTE MÃO DE FERRO: QUEM É RODOLFO LANDIM?

+ O CURIOSO CASO DE RAFAEL GALHARDO NO VASCO

DINHEIRO À VISTA: FLAMENGO, BANCO BRB E O DINHEIRO PÚBLICO

VEM AÍ O CARIOCAVÍRUS

+ SAÍDA DE JOEL CARLI NÃO É SAUDÁVEL PARA O BOTAFOGO

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Esporte News Mundo*

Vários comentários

3 Comments

  1. Pingback: Milan não consegue se livrar de Lucas Paquetá

  2. Pingback: Cala a boca, Bap!

  3. Pingback: Com derrota da Globo e sucesso da FlaTV, Flamengo inicia guerra por independência esportiva

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo