Campeonato Paulista

Red Bull Bragantino e Santos jogam no Nabizão; veja histórico entre os times

Foto: Ari Ferreira/ Red Bull Bragantino

Red Bull Bragantino e Santos medem forças no Nabizão às 20h deste sábado (01), em jogo válido pelo Campeonato Paulista. No histórico, a vantagem é santista. São 18 vitórias do Santos contra 8 do Massa Bruta. As equipes ainda não se enfrentaram na temporada 2021.

ÚLTIMO JOGO

O último confronto entre RB Bragantino e Santos aconteceu pelo Campeonato Brasileiro 2020, também na casa do Massa Bruta. Sem Claudinho e Marinho, o jogo começou sem muita movimentação pelos dois lados. Aos 24′ do primeiro tempo, Léo Ortiz desviou e colocou a bola dentro do próprio gol. O Santos segurou a vitória por 1 a 0 até os acréscimos. Nos momentos finais do jogo, Léo Ortiz, de cabeça, garantiu o empate no Nabizão,

CAMPEONATO BRASILEIRO

Pelo Campeonato Brasileiro, as equipes se enfrentaram 9 vezes. Com histórico equilibrado, o RB Bragantino venceu o Santos 3 vezes. O Peixe cravou duas vitórias. Os outros 4 jogos terminaram em empate. Pelo Brasileirão, o Santos nunca ganhou uma partida contra o Massa Bruta no estádio Nabi Abi Chedid.

CAMPEONATO PAULISTA

O Paulistão é palco da maioria dos duelos entre RB Bragantino e Santos. Pelo estadual, os times entraram em campo 30 vezes. O Peixe possui ampla vantagem e derrotou a equipe de Bragança Paulista 16 vezes, o que dá ao time um aproveitamento de 53% na competição. Entretanto, a história muda quando o jogo é na casa do Red Bull Bragantino. Em 14 jogos, são 4 vitórias para cada lado e 6 empates.

SEQUÊNCIA DE EMPATES

Os três últimos confrontos entre Santos e RB Bragantino terminaram empatados. Pelo Brasileirão 2020, foram dois empates por 1×1. Na fase de grupos do Paulistão 2020, o duelo terminou sem gols. A última vitória é do Santos. Pelo Campeonato Paulista 2019, o time da Vila Belmiro goleou o RB Bragantino por 4 a 1 na casa do rival.

Para saber tudo sobre o CAMPEONATO PAULISTA, siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top