Red Bull Bragantino

Red Bull Bragantino perde para Athletico e desempenho como visitante preocupa

Léo Ortiz em ação pelo Massa Bruta. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino
Léo Ortiz em ação pelo Massa Bruta. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Na tarde deste sábado (25), o Red Bull Bragantino visitou o Athletico, na Arena da Baixada, em Curitiba. O Massa Bruta não fez uma boa partida, sofreu com a pressão dos adversários e acabou derrotado pelos paranaenses por 4 a 2. Os gols do Furacão foram marcados por Erick, Orejuela, Rômulo e Hugo Moura. Alerrandro e Lucas Evangelista marcaram para os paulistas.

Com o resultado, o Toro Loko permanece na 10ª posição, com 18 pontos conquistados e pode ser ultrapassado pelos clubes que ainda jogam na rodada. Além disso, outro fator preocupa a comissão técnica e os torcedores: o desempenho da equipe como visitante nesta edição do Brasileirão.

Em sete jogos fora de casa, foram uma vitória (14,3% de aproveitamento dos pontos), quatro empates (57,2% dos pontos conquistados) e duas derrotas (28,5% dos pontos desperdiçados). Ou seja, a equipe do interior paulista sofre quando precisa jogar longe de seus domínios e vê a briga por uma vaga nas competições internacionais ficar ainda mais distante.

Para saber tudo sobre o RED BULL BRAGANTINO, siga o perfil do Esporte News Mundo no Twitter, InstagramFacebook.

Aliás, a única vitória do RB Bragantino fora de casa no Brasileirão foi diante do Ceará por 1 a 0, pela 4ª rodada, na Arena Castelão. Naquela ocasião, Ytalo marcou o único gol do jogo e deu a liderança provisória ao time de Maurício Barbieri.  

Além disso, a campanha do Toro Loko no Campeonato Brasileiro não é das melhores. Em 14 partidas disputadas, são quatro vitórias, seis empates e quatro derrotas. Números que deixam o clube com 42,9% de aproveitamento na competição nacional.  

Por fim, é bem provável que o clube movimente o mercado da bola e traga alguns reforços para a sequência da temporada. Alguns nomes já foram especulados, mas não há nada confirmado pela direção.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top