Mais Esportes

Renan Dal Zotto, técnico da Seleção masculina de vôlei, é entubado devido a complicações da Covid-19

Renan Dal Zotto, COVID-19, Seleção Masculina de Voleibol
Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV

Nesta segunda-feira (19), o técnico da Seleção Masculina de Vôlei, Renan Dal Zotto, foi entubado. Internado desde sexta-feira (16), o treinador teve uma piora no quadro de saúde, provocado pela COVID-19. Segundo comunicado publicado pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Renan foi entubado para manter um alto nível de saturação de oxigênio.

+Técnico da Seleção, Renan Dal Zotto é internado com Covid-19

A CBV ainda atualizou as informações sobre o estado de saúde do vice-presidente da Confederação. Radamés Lattari foi internado foi internado na sexta-feira (6), por precaução, já que faz parte do grupo de risco. Nesta segunda-feira (16), o dirigente foi extubado e segue em recuperação clínica. Está sentado fora do leito de UTI, com oxigênio suplementar e em tratamento de pneumonia e trombose venosa.

– A saturação estava em 92 e os médicos preferiram deixa-lo no hospital. Ele está bem, está no quarto com oxigênio – explicou a mulher de Radamés, quando foi internado.

Renan Dal Zotto e Radamés Lattari estavam na “bolha” de Saquarema, no Rio de Janeiro, onde as equipes masculinas e femininas se preparam para a Liga das Nações e para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Assistiram juntos à decisão da Superliga feminina, na segunda-feira (5), e Radamés fez a entrega do troféu para o campeão Minas Tênis Clube. Logo depois, teve os sintomas da doença e foi internado. Já Renan testou positivo para a COVID-19 na terça-feira (13), apesar de ter apresentado sintomas desde de quinta-feira (8).

É esperado que o técnico, Renan, continue entubado de 48h a 72h, para depois iniciar a retirada do respirador mecânico. Especialistas lembram que as vacinas não impedem que as pessoas sejam infectadas, mas evitam sintomas graves. Sendo assim, mesmo os vacinados devem seguir os protocolos de distanciamento e higiene. Apesar de estarem protegidos contra as complicações, podem infectar outras pessoas que ainda não foram imunizadas.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook Instagram

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top