Flamengo

Retorno de Rodrigo Caio não surte efeito desejado, e Ceni ainda precisa resolver falhas defensivas no Flamengo

Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Neste domingo (30), Flamengo e Palmeiras se enfrentam pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Após empatar com o Vélez e garantir a primeira posição em seu grupo na Libertadores, o rubro-negro muda o foco para fazer uma boa estreia na competição nacional.

Contudo, em um Campeonato de pontos corridos, é fundamental manter a regularidade ao longo das rodadas. E, na atual temporada, apesar do saldo ser positivo, o Flamengo enfrentou alguns problemas que causaram resultados ruins, sobretudo na parte defensiva.

O rubro-negro tem apresentado muitas falhas no jogo aéreo, sendo que metade dos gols sofridos pela equipe nesta temporada foram pelo alto. A lesão de Rodrigo Caio piorou a situação, já que Willian Arão, Gustavo Henrique, Bruno Viana e Léo Pereira erram constantemente e sofrem várias críticas por parte da torcida.

Contudo, mesmo com o retorno de Rodrigo Caio nas finais do Campeonato Carioca, o Flamengo voltou a apresentar as mesmas falhas de posicionamento. No jogo de ida contra o Fluminense, dois jogadores do rival conseguiram se livrar da marcação dentro da área, no lance em que Abel Hernández empatou a partida.

Em seguida, apesar da melhora defensiva, tanto no jogo de volta do Fla-Flu quanto no duelo contra o Vélez tiveram alguns momentos em que o adversário conseguiu encontrar espaços dentro da área e levar perigo.

Além do jogo aéreo, o lado direito também preocupa o torcedor, já que Isla passa por uma péssima fase e não demonstra segurança no setor. Com a evolução de Matheuzinho e o retorno de Rodinei, a titularidade do chileno está bastante ameaçada.

De qualquer forma, os problemas parecem ser generalizados, sendo necessária uma atenção maior do técnico Rogério Ceni para pensar em uma estratégia melhor e aumentar o nível das atuações na defesa do Flamengo.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top