Fluminense

Rodolfo, do Fluminense, tem pena reduzida e pode voltar a jogar após caso de doping

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

O Fluminense teve uma boa notícia nesta quarta-feira. O goleiro Rodolfo está liberado para voltar a jogar após o caso de doping em 2019. O arqueiro tricolor teve um recurso aceito pela Comissão Disciplinar da Conmebol, que voltou a reduzir a pena e liberou o jogador com base nas novas determinações da WADA-AMA para 2021. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornal “O Globo” e confirmada pelo Esporte News Mundo.

Em agosto de 2020, Rodolfo também moveu recurso no Tribunal Arbitral Desportivo (TAS), julgado em dezembro e negou a solicitação. Porém, a história mudou com as novas regras da Agência Mundial Antidoping, que começaram a valer desde 1º de janeiro. Três dias depois, a defesa do goleiro entrou com novo recurso que foi aceito na última quarta-feira. Nos próximos 21 dias ainda caberá recurso por parte do tribunal.

Antes de agosto, em maio do ano passado, a defesa de Rodolfo entrou com recurso na câmara de apelação da Conmebol e conseguiu a redução da pena em um ano e a liberação para treinos e jogos a partir de 23 de março de 2021. Além disso, a decisão revogou a multa de US$ 20 mil e anulou a obrigação do jogador de se submeter a controles mensais de dopagem.

Rodolfo testou positivo para a substância benzoilecgonina, proibido no regulamento de doping, no dia 23 de maio de 2019, e foi suspenso na época por três anos. O caso ocorreu depois da vitória por 4 a 1 sobre o Atlético Nacional de Medellín, da Colômbia, pela Copa Sul-Americana.

Aos 29 anos, Rodolfo tem contrato até 31 de dezembro de 2021. O Fluminense ainda não informou se o goleiro será reintegrado ao elenco.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top