Ponte Preta

Rodrigão indica caminho para má fase da Ponte Preta: ‘Tem que trabalhar’

Rodrigão indica caminho para má fase da Ponte Preta: 'Tem que trabalhar'

Rodrigão indicou trabalho para Ponte Preta espantar a má fase e fugir da lanterna na Série B do Campeonato Brasileiro.

Ainda sem marcar nos três jogos disputados, centroavante deu a letra para Macaca reencontrar o bom futebol e interromper jejum de dez jogos sem vitória na temporada.

+ Ponte Preta ‘segura’ Dawhan para Série B e frustra planos do Cruzeiro

“É trabalho. A gente tem que trabalhar. Sabe que, cada vez mais e cada dia mais, tem que aumentar a concentração e trabalhar mais. Daqui a pouco, os resultados vão vir. Então nós temos essa consciência de que precisa trabalhar muito mais e focar muito mais para, daqui a pouco, começar a deslanchar no campeonato”, disse.

Emprestado pelo Santos até 30 de novembro, camisa 99 admitiu estar em período de entrosamento com os companheiros de elenco na Ponte Preta, em entrevista coletiva antes da viagem a Porto Alegre, na última quarta-feira à tarde.

“Contando dois jogos de titular, então eu estou entrosando ainda com a equipe. Tento organizar o máximo possível com a rapaziada que já está jogando há mais tempo. Então eu tento ajudar do meu jeito. Eu sei que a rapaziada também tenta me ajudar, mas, daqui a pouco, a gente vai se entrosar, vai encaixar tudo certo e vai ter mais oportunidade”, disse.

“Eu acho que estou indo muito bem. Estava muito tempo só treinando. Que nem eu falei, eu tenho que ter mais entrosamento com a minha equipe. A equipe sabe como é que é. A gente está em um momento que não é agradável, mas, como eu falei, a gente vai trabalhar forte e firme. A gente vai se focar cada vez mais para poder sair dessa situação”, emendou.

Titular na vaga de Paulo Sérgio, acertado com o Operário, Rodrigão também comentou sobre excesso de ligações direta e a alta responsabilidade da Ponte Preta na Série B.

“Ligação de direta não é dificuldade. A gente tem que saber também que a equipe adversária começa a pressionar. Então tem hora que vai dar para sair e tem hora que não vai dar. Então a gente já tem essa consciência. Uma hora o adversário vai querer pressionar para gente sair com a bola direta e a gente brigar na primeira e na segunda bola. Então, quando der para jogar, a gente vai sair jogando. Quando não der, tem que fazer a ligação direta”, analisou.

“A gente sabe que a responsabilidade é de todos, dentro de casa e fora de casa. Então a gente tem que estar focado do mesmo jeito. Em casa ou fora de casa, a gente tem que ir a busca dos três pontos”, finalizou.

TABELA

Com apenas dois pontos conquistados em seis rodadas, ainda sem vencer, Ponte Preta volta a campo na Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira, 25 de junho, diante do Brasil de Pelotas, a partir das 19h, no Estádio Bento Freitas.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top