Ponte Preta

Rodrigo vence Ponte Preta, e Justiça determina bloqueio da venda da Ivan e cotas

Ex-zagueiro, Rodrigo venceu Ponte Preta na Justiça | Crédito: Fábio Leoni / AA Ponte Preta
— Continua depois da publicidade —

O ‘caso Rodrigo’ ganhou mais um capítulo no Moisés Lucarelli, novamente negativo.

O ex-zagueiro venceu disputa jurídica contra a Ponte Preta para receber R$ 2.994.309,84 e ainda bloqueou cotas da Copa do Brasil, da Série B do Campeonato Brasileiro e da venda futura de Ivan.

LEIA MAIS: Emprestado pela Ponte Preta, Jeferson não entra em campo com o Botafogo-SP

A sentença foi proferida pelo juiz Vinicius de Miranda Taveira, pertencente ao Tribunal Regional do Trabalho, da 15ª Região de Campinas.

É importante pontuar que todos os valores a serem recebidos pela Alvinegra estão bloqueados – a transferência do goleiro será depositada em juízo.

MEMÓRIAS

Contratado em 2017, Rodrigo defendeu a Ponte Preta no Campeonato Brasileiro e protagonizou lance histórico.

Na etapa inicial frente o Vitória, deu uma dedada em Santiago Tréllez, com vantagem de 2 a 0. Com um homem a menos no Majestoso, Leão virou para 3 a 2, selando a queda à segunda divisão.

Durante estada em Campinas, ex-atleta participou de apenas 24 jogos e não marcou nenhum gol, vindo de transferência após saída do Vasco da Gama.

Sob comando de Eduardo Baptista, foi titular absoluto na reta final dos pontos corridos.

OUTRO LADO

A Ponte Preta, ainda sem ser notificada a respeito do caso, se pronuncia via assessoria.

“O Departamento Jurídico da Ponte Preta informa que trata-se de execução de caráter provisório, com recursos pendentes para julgamento, e que ainda cabe recurso à própria execução em si”, explica.

No despacho, emitido em 02 de setembro, Rodrigo, aos 40 anos e sem jogar profissionalmente desde 2017, foi representado pelos advogados Filipe de Souza Rino e Thiago de Souza Rino.

A Macaca, por sua vez, contou com trabalhos de Amauri Tavares Outeiro e João Felipe Artioli nos Tribunais.

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Elias Aredes Júnior, do Portal Só Dérbi.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo