Conmebol Libertadores

Roger Machado enaltece vitória do Fluminense e exalta Fred: ‘Um dos grandes artilheiros do mundo’

Roger Machado
FOTO - LUCAS MERÇON/FLUMINENSE FC

O técnico Roger Machado concedeu entrevista coletiva após a vitória do Fluminense por 2 a 1 sobre o Santa Fé, na noite desta quarta-feira, em Armenia, na Colômbia, pela segunda rodada da Libertadores. Roger Machado exaltou a partida do Tricolor e confirmou que sabia da força que o adversário possuía pelos lados do campo.

– Primeiro, é importante a gente dizer que foi uma vitória muito maiúscula em que as dificuldades que apareceram no jogo foram em função do adversário. A gente não acredita que vai dominar o adversário o jogo inteiro, mas o lado esquerdo do nosso adversário é muito forte. A gente já sabia desde o início, antes da partida, com dois jogadores muito agressivos pelo lado. No primeiro tempo, a gente inverteu o lado dos nossos pontas para buscar maior equilíbrio, mas o adversário em algum momento vai levar vantagem, como levou. Levando vantagem pelo corredor lateral, a gente tem que estar bem posicionado dentro da área, como na maioria das vezes estivemos – disse.

O comandante tricolor comentou o fato do time não conseguir marcar gols no primeiro tempo e afirmou que isso só ocorre em certos tipos de contexto.

– Não ter marcado nos primeiros tempos é algo que temos que contextualizar. Pegamos um adversário que propões o jogo, coloca muitos jogadores na frente da linha da bola e conseguimos contra-atacar bem – comentou

Toda a situação da mudança em cima da hora do local do jogo também foi pauta na coletiva. Roger Machado afirmou sim ter tido um certo desgaste, mas parabenizou a diretoria pela agilidade no concerto da logística.

– A mudança do local atrapalha. No vestiário eu dei os parabéns para a nossa diretoria, que conseguiu com agilidade construir e organizar essa nossa logística. Tivemos um prejuízo pequeno. Exaustivo, de fato, mas valeu a pena – afirmou

Roger exaltou a importância do artilheiro Fred para a equipe do Fluminense. Além disso, comentou sobre ter optado por tirar Gabriel Teixeira no momento em que Egídio foi expulso.

– Pra mim o Fred é um dos grandes artilheiros do mundo. Já conheço de um outro momento e, como já trabalhamos juntos, sei como ele pode render mais. Pra mim, está longe de deixar os gramados. Ao tirar o Gabriel pensei, primeiro em não perde. O Cazares poderia reter mais essa bola e o Caio É um jogador de estatura para os embates físicos que o jogo iria apresentar na bola aérea – pontuou.

+ Fred exalta os jogadores jovens e confirma o espírito de guerreiros: ‘Esse é o nosso time’

Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top