Futebol Internacional

Roy Hodgson não renova com Crystal Palace e anuncia aposentadoria

Divulgação/CPFC

Após quatro anos no comando do Crystal Palace, o técnico Roy Hodgson deixará a equipe londrina no fim desta temporada. O anúncio foi realizado na manhã desta terça-feira (dia 18) pelo próprio clube. O treinador de 73 anos de idade tem contrato até junho e não renovará seu vínculo. Em entrevista ao site do Crystal Palace, Hodgson declarou que agora é o momento certo para se afastar das responsabilidades de ser treinador. Ele ressaltou o lado familiar e revelou ter o apoio da esposa na decisão de se aposentar.

– Depois de mais de 45 anos como treinador, eu decidi que é o momento de me afastar do rigoroso nível de futebol da Premier League. Nossas próximas duas partidas serão minhas últimas como técnico do Crystal Palace. Tem sido um período particularmente recompensador na minha vida e carreira no futebol esses últimos quatro anos no Palace. Eu sinto que agora, no fim de mais uma temporada de sucesso, em que garantimos novamente a permanência na Premier League, é a hora certa para eu me aposentar. Eu aproveitei muito meu tempo no Palace e sou privilegiado por ter trabalhado com um grupo excelente de profissionais e atletas – afirma.

+ Harry Kane pede novamente para deixar o Tottenham

O presidente do Crystal Palace, Steve Parish, elogiou o trabalho de Hodgson e recordou que ele foi o único técnico que conseguiu manter o clube na Premier League por quatro temporadas consecutivas. Parish exaltou não só as qualidades de Hodgson como treinador, mas também como um ser humano. Ele se alegra com a possibilidade de a despedida ser em casa com a presença de público, mesmo sem a lotação do estádio.

– É um prazer e privilégio absoluto trabalhar com Roy, que é magnífico como ser humano e um treinador de futebol extraordinário. Eu sei o quanto significa para ele treinar seu time de infância. Ele nos ajudou a trazer estabilidade para o clube nos momentos mais turbulentos. Seremos eternamente gratos pela sua imensa contribuição. Estou muito feliz que teremos a oportunidade de demonstrar nosso carinho no Selhurst Park depois da partida contra o Arsenal diante de 6.500 torcedores. Nós desejamos o melhor para o futuro de Hodgson – declara.

+ Joia do Brighton de R$ 297 milhões está na mira de Arsenal e Liverpool, segundo jornal

Roy Hodgson jogou como zagueiro e lateral direito pelo Crystal Palace entre 1965 e 1966, mas encerrou sua carreira de jogador aos 29 anos, em 1976. Como treinador, teve seus principais trabalhos na Suécia, onde conquistou quatro campeonatos nacionais – dois com o Malmö FF e dois com o Halmstads BK – e duas Copas da Suécia – ambas com o Malmö. O último título foi em 2001, quando venceu a Liga da Dinamarca com o Copenhague.

Hodgson treinou ao todo 16 clubes, entre eles Internazionale, Udinese, Fulham, West Bromwich e Liverpool. Também comandou as seleções da Suíça, Emirados Árabes Unidos, Finlândia e Inglaterra. Participou das Copas do Mundo de 1994 – os suíços caíram para a Espanha nas oitavas de final – e 2014 – os ingleses não passaram da fase de grupos. Na carreira, Hodgson acumula 826 jogos, com 338 vitórias, 213 empates e 275 derrotas.

+ Bournemouth e Swansea City largam na frente nas semifinais dos playoffs da Championship

As duas últimas partidas de Roy Hodgson como treinador serão contra Arsenal e Liverpool. Hoje (dia 18), às 15 horas, o Crystal Palace recebe os Gunners, e no domingo (dia 23), às 12 horas, a equipe vai até Anfield enfrentar os Reds no encerramento da Premier League 2020/2021.

Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top