Futebol americano

Russell Wilson cogita saída dos Seahawks em 2022

Foto: Divulgação / Seattle Seahawks

Uma era em Seattle pode estar próxima do fim. De acordo com o insider e analista americano Jordan Schultz, o quarterback Russell Wilson (Seattle Seahawks) está insatisfeito no atual time e pediu para ser trocado. Os destinos preferidos do quarterback são Denver Broncos, New Orleans Saints e New York Giants, via fontes.

Segundo Schultz, Russell Wilson estaria insatisfeito com as decisões recentes do general manager da franquia, John Schneider, e de como elas têm interferido negativamente na fase atual dos Seahawks – a pior da carreira de Wilson. Desde que foi draftado (2012), só ficou fora dos playoffs da NFL em apenas uma temporada e nunca teve uma campanha negativa, coisa que está a uma derrota de acontecer.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Embora a relação entre Russell Wilson e Seahawks esteja desgastada, uma eventual troca para 2022 seria boa para ambos os lados. Para Seattle, recuperariam algumas escolhas de primeira rodada (valor estimado da troca) que perderam nos últimos anos, em especial as dos Drafts de 2021 e 2022, que pertencem ao New York Jets após a vinda do safety Jamal Adams – fora da temporada por lesão na última semana. Já para o quarterback, os destinos são franquias que vêm de crise na posição e que esperam um quarterback de elite para enfim engrenarem nos próximos anos.

Denver Broncos: A vítima de Russell Wilson no Super Bowl XLVIII. Desde a saída do lendário Peyton Manning, em 2016, os Broncos não têm consistência na posição, e atualmente contam com Drew Lock e Teddy Bridgewater – nomes que passam a ser questionados por não corresponderem à qualidade do elenco de Denver.
New Orleans Saints: Viúvos de Drew Brees. A aposentadoria do ídolo parecia não preocupar, uma vez que os Saints foram buscar o quarterback Jameis Winston no rival Tampa Bay Buccaneers. Porém, Winston está lesionado e os reservas (Trevor Siemian e Taysom Hill) não potencializam o restante do elenco e o trabalho do treinador Sean Payton.
New York Giants: A demissão do coordenador ofensivo Jason Garrett talvez seja o início de mudanças drásticas nos Giants. Por lógica, os próximos da lista de dispensa seriam o head coach Joe Judge, o general manager David Gettleman e o atual quarterback Daniel Jones. Mesmo caso dos times acima, em que o restante do elenco pode entregar muito mais com quarterback e comissão técnica de qualidade.

Ídolo na “cidade esmeralda”, Russell Wilson foi selecionado apenas na terceira rodada de seu Draft, e já no seu segundo ano foi campeão do Super Bowl, além de prêmios individuais como 8x eleito ao Pro Bowl e o Walter Payton Man of the Year de 2020. Até a semana 7 deste ano, jamais havia perdido um jogo sequer de temporada regular ou de pós-temporada, o que mostra a alta disponibilidade do atleta e que, mesmo sem nunca ter um voto para MVP da temporada regular, é um quarterback que agrega muito valor aonde quer que esteja.

Apesar da declaração reportada, Russell Wilson continua na equipe até o final da temporada e, com campanha de 4 vitórias e 8 derrotas, não deve ir à pós-temporada pela segunda vez na carreira. No próximo domingo (12), o Seattle Seahawks visita o Houston Texans às 15h (horário de Brasília).

Quer ficar por dentro de tudo dos esportes americanos? Siga o Podcast Timeout no Spotify!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top