Corinthians

Saiba como foi a partida de Giuliano, Renato Augusto, Paulinho e Willian juntos pela Seleção Brasileira

CONTROLE.ESPORTENEWSMUNDO.COM.BR

Por pouco tempo, exatos sete minutos, os quatro astros do Corinthians já estiveram reunidos na mesma partida, enquanto defendiam a mesma equipe em uma ocasião. Foi há cinco anos, em outubro de 2016, quando a Seleção Brasileira derrotou a Venezuela por 2 a 0, fora de casa, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Naquele momento, Paulinho, Renato Augusto e Willian, como em praticamente toda a temporada, foram os titulares do técnico Tite, que já arrancava rumo a uma vaga antecipada para a Copa, depois de uma campanha sensacional nas eliminatórias do torneio.

Vale ressaltar que a ausência de Neymar, suspenso, fez com que Philippe Coutinho atuasse na ponta esquerda, gerando uma oportunidade para quem estivesse como opção no banco de reservas. Naquele dia, 11 de outubro, o escolhido foi Giuliano, onde o meia acabou exercendo uma função que ainda não tinha feito sob o comando de Tite.

O atual camisa 11 do Timão foi chamado para entrar e orientado por um dos auxiliares de Tite: Sylvinho, o nome que tentará transformar esses sete minutos em vários jogos na atual temporada do Alvinegro Paulista. O então camisa 18 substituiu Coutinho na armação das jogadas, já que o meia havia ocupado a posição de Neymar do lado esquerdo do campo, e assim, formou-se uma clara linha com Renato, Paulinho e Willian e Giuliano.

Porém, o resultado garantido e a vontade de rodar o elenco fez com que Tite tirasse Willian aos 44 minutos, colocando o atacante Taison dentro de campo. Giuliano, Paulinho e Renato seguiram juntos, mas com Giuliano caindo para meia/ponta direita, o que evidencia sua versatilidade.

Deve ser lembrado que isso tudo aconteceu a cinco anos, ou seja, os craques estão anos mais velhos do que eram naquela data, com uma condição física que nem sempre vai acompanhar a passagem do tempo. Além disso, o Brasil, em quase todos os jogos, tinha uma imposição técnica muito grande sobre os adversários da era Tite.

O encaixe de Giuliano pelos lados também foi coisa de minutos, o meio-campista foi o primeiro do quarteto a ser convocado, ainda em 2010, quando atuava pelo Internacional, exercendo a função de criação das jogadas em praticamente todas as outras oportunidades que teve pelo Brasil. Com Tite, aliás, ele substituiu Renato Augusto ou Paulinho em cinco dos sete jogos. No outro, Renato entrou no lugar de Paulinho.

Soma-se a isso tudo o fato de Sylvinho estar presente em todos esses jogos, auxiliando Tite nas decisões e compreendendo os pensamentos do treinador. Agora basta saber como ele fará o quarteto funcionar sendo o homem da última decisão.

Para mais informações sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo pelo Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top