Santos

Sánchez recebe homenagem do Santos após se tornar maior artilheiro estrangeiro do clube

Sánchez
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Na goleada por 4 a 0 contra a Juazeirense na última quarta-feira, Sánchez marcou seu nome na história do Santos. O uruguaio marcou o quarto gol do Peixe, seu 27º com a camisa alvinegra, e se tornou o maior artilheiro estrangeiro da história do clube. Na última sexta-feira (30), o atacante recebeu homenagens.

QUER FICAR POR DENTRO DE TUDO SOBRE O SANTOS? ENTÃO SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK. E NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Após o treino da última sexta-feira, o camisa 7 recebeu, das mãos do técnico Fernando Diniz e do atacante Marinho, uma placa em homenagem a sua marca histórica. Emocionado, Sánchez disse que ainda espera conquistar títulos com a camisa do Peixe.

“Muita emoção. Confesso que não esperava ficar marcado na história do clube desta maneira. Trabalho no dia a dia para dar meu melhor e isso é um prêmio por todo o sacrifício. Receber essa homenagem é algo muito lindo e é uma motivação extra. Toda vez que entro dentro de campo é para dar os 100% por esse clube, e espero seguir trabalhando para conquistar coisas grandes”, afirmou Sánchez em entrevista ao site oficial do Santos.

“Desde que o primeiro dia que cheguei aqui, em 2018, eu penso em conquistar uma taça com essa camisa. Me propus a fazer isso e sigo batalhando todos os dias sempre buscando esse objetivo. Isso é o que mais motiva um jogador. Estamos perto de alcançar grandes coisas este ano, então estamos focados nisso e vamos deixar tudo para conseguir cravar de vez o nome da história desse clube gigante”, disse.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O SANTOS:

+Sánchez se torna maior artilheiro estrangeiro da história do Santos: “É um orgulho para mim”

+Marinho recebe terceiro cartão amarelo e será desfalque contra a Chapecoense

+Lucas Braga lamenta falta de pontaria do Peixe: “Se não for convertido em gols, não adianta”

+Sánchez se emociona após bater marca histórica: “Muita gente não acreditava”

Com a marca histórica alcançada, o atacante uruguaio agora sonha em em ser eternizado no muro do CT Rei Pelé, que é ilustrado com vários atletas que marcaram a história do clube.

“Obviamente seria muito gratificante e uma honra estar neste muro ao lado de tantos nomes históricos do clube e do futebol. Porém, é algo que não penso agora, pois primeiro preciso conquistar um título. E só depois penso nisso. Todos nós conversamos aqui dentro que queremos primeiro buscar uma taça. Estar no muro não depende de mim, mas deixar a vida dentro de campo e ir em busca de títulos depende, então vou em busca disso”, concluiu Carlos Sánchez.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top