Palmeiras

Santos mira a contratação de Willian Bigode, do Palmeiras

Santos mira a contratação de Willian Bigode, do Palmeiras
Foto: Getty Images

O Santos está em negociação para a contratação de Willian Bigode, do Palmeiras. Em contato com o alviverde há alguns dias, os rumos da conversa parecem animadores para o Peixe. O clube acredita que a amizade entre Willian e o executivo de futebol Edu Dracena, que já atuou pelo Palmeiras, faça diferença para o acerto final com o jogador.

O contrato de Willian termina em dezembro de 2022, porém, com pouco espaço no clube atual, é possível chegar a um acordo para a rescisão. Na final da Libertadores da América, contra o Flamengo, o atleta ao menos foi relacionado. 

Quer ficar por dentro de tudo sobre o Peixe? Então siga o Esporte News Mundo no TWITTERINSTAGRAM e FACEBOOK. E não se esqueça de se inscrever no nosso canal no YOUTUBE!

De olho nas finanças do clube, o Santos procura chegar a um acerto financeiro com Bigode. Apesar do salário ser considerado alto, o jogador de 35 anos aceitaria diminuir os vencimentos para atuar com mais frequência em campo. O interesse do alvinegro por Willian é de conhecimento do presidente Maurício Galiotte, porém, quem deve seguir com as negociações é Leila Pereira, que assume o cargo no Palmeiras em 15 de dezembro. 

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O PEIXE:

+ Carille diz que Santos foi melhor no Sul e almeja classificação para Sul-Americana: ‘Podemos sonhar com algo maior’

+ Santos tem média de 0,7 gols sofridos por partida nas últimas 10 rodadas

+ Lucas Lima responde críticas de torcedores do Santos

Na temporada de 2021, Bigode atuou em 37 jogos pelo Palmeiras, com dez gols marcados e três assistências. Além do Peixe, o Cruzeiro também se interessa pela contratação de Willian.

A ideia é apalavrar com os representantes do jogador e esperar um acordo pela rescisão contratual dele com o time atual. A conversa deve intensificar após o fim do Campeonato Brasileiro, em dezembro, para que Willian já seja um reforço na temporada de 2022.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top