Corinthians

São Paulo é letal, vence Corinthians na Arena e leva o tetracampeonato do Paulistão Feminino Sub-17

São Paulo faturou o tetra do Paulistão Feminino Sub-17. Foto: Gabriela Montesano/São Paulo FC.

É CAMPEÃO!!! O São Paulo venceu o Corinthians por 2 a 0 na manhã deste domingo (5) e conquistou o Campeonato Paulista Feminino Sub-17. Em partida disputada na Neo Química Arena, Isa abriu o placar no primeiro tempo e Ana Júlia garantiu a vitória do Tricolor na etapa final.

Com pouco mais de 2,2 mil torcedores no estádio, o São Paulo não se intimidou com a Fiel, aproveitou as oportunidade que teve e saiu com o quarto título em cinco edições da competição e de forma invicta em 2021.

O JOGO

Primeiro Tempo

Mandante da partida e embalado pela presença da torcida, o Corinthians procurou pressionar o São Paulo nos primeiros minutos. Se não conseguiam finalizar com perigo, as atacantes do Alvinegro pressionavam a defesa do Tricolor na saída de jogo.

O peso de uma final pareceu afetar as atletas em campo, que erraram muitos passes e preferiram tentar lançamentos diretos para o ataque a trabalhar as jogadas com mais calma.

E mesmo atuando de uma forma mais defensiva, quem abriu o placar foi o São Paulo. Duda Mineira errou passe na defesa, Isa aproveitou, saiu costurando a defesa do Corinthians e apareceu de frente com Nanda para dar um toquinho e marcar um belo gol.

O gol animou o São Paulo e pareceu deixar o Corinthians mais nervoso. Duda Rodrigues recebeu livre pela esquerda e Nanda saiu da área para cortar, na sobra, Carol bateu de longe, a goleira corinthiana e Duda Mineira se atrapalharam e a bola sobrou para Isa bater com o gol aberto, mas Nanda se recuperou e fez a defesa.

Depois da parada para hidratação, os nervos foram acalmados e o jogo voltou à forma que estava antes, com posse de bola do Corinthians, enquanto o São Paulo tentava escapadas em contra-ataques

Aos poucos, o Corinthians passou a chegar mais perto do gol e a incomodar a defesa são-paulina. Nenê obrigou a goleira Luana a fazer uma defesaça após emendar um chute de fora da área, que tinha a direção do gol.

O Tricolor respondeu com Isa, que arriscou uma bicicleta após cobrança de falta ensaiada do São Paulo, mas faltou força na finalização e Nanda fez a defesa com tranquilidade.

Já nos acréscimos, a árbitra apontou falta na entrada da área do São Paulo depois da zagueira Giovanna tocar na bola com o braço. Vick foi para a cobrança, mas bateu rasteiro e a defesa tricolor conseguiu afastar o perigo.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Segundo Tempo

Na volta do intervalo, o Corinthians mostrou uma intensidade bem maior do que o primeiro tempo inteiro. Logo no primeiro lance da etapa final, Manu Olivan tentou assustar Luana e arriscou de longe, mas mandou por cima.

Outra arma das Brabinhas foi nas bolas paradas. Primeiro com Vick, que bateu escanteio fechado e Luana saiu para cortar. Depois, Julia Brito cobrou falta lateral e também levou perigo.

O Tricolor respondeu em seguida com Duda Rodrigues, que disparou pela direita e cruzou com perigo, mas Nanda saiu para cortar. Na sobra, o São Paulo ainda tentou uma blitz de finalizações, mas todas pararam na defesa corinthiana.

Precisando do gol para empatar, o Corinthians voltou a finalizar com Laysla, da entrada da área, mas Luana fez mais uma boa defesa. 

Mas quem marcou foi o São Paulo. Duda Rodrigues fez grande jogada pela direita, escapou da forte marcação de duas corinthianas e cruzou para Ana Júlia, que havia acabado de entrar, cabecear e ampliar a vantagem do Tricolor.

Mesmo com dois gols atrás no placar, o Corinthians seguiu tentando pressionar o adversário, mas faltou pontaria. Laysla foi a principal articuladora de jogadas no ataque e quase marcou num chute de muito longe, mas a bola passou rente ao travessão.

Duda Rodrigues ainda pediu um pênalti após invadir a área e ser derrubada por Vick, mas a arbitragem nada marcou. Com um forte calor na capital paulista, as jogadoras sofreram e tiveram vários problemas físicos ao longo da partida.

No último minuto de jogo, Manu Olivan ainda emendou um chute da intermediária e carimbou o travessão de Luana, mas não foi o suficiente para evitar a vitória por 2 a 0 do São Paulo e o tetracampeonato do Tricolor.

Ana Júlia fez o gol do título do São Paulo. Foto: Rodrigo Corsi/FPF.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Paulista Feminino Sub-17 – Final

Corinthians x São Paulo

Data: 05/12/2021, 10h 

Estádio: Neo Química Arena, São Paulo, SP

Árbitra: Fernanda dos Santos

Gols: 1ºT – 12’ Isa (São Paulo) 2ºT – 17’ Ana Júlia (São Paulo)

Corinthians (4-3-3): Nanda; Áhlice Guedes, Bell, Duda Mineira e Sabrina Barbosa (Larissa); Daise, Vick e Julia Brito; Isa Morais (Manu Olivan), Nenê (Miracatu) e Laysla (Lívia). Técnica: Daniela Alves.

São Paulo (4-3-3): Luana; Ravena, Giovanna, Kedima e Regina (Amanda Dias); Carol, Giulia Giovanna (Ana Luiza) e Gica (Raíssa); Duda Rodrigues, Ana Flávia (Ana Júlia) e Isa. Técnico: Thiago Vianna.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top