São Paulo

São Paulo leva susto, mas consegue virada e termina primeira fase da Copinha em primeiro lugar

São Paulo Copinha

Pela última rodada da fase de grupos, o São Paulo enfrentou o São Caetano precisando apenas de um empate para garantir o primeiro lugar de seu grupo. O Azulão abriu o placar e deu sinais de que poderia roubar a posição do rival, mas um apagão no meio do segundo tempo custou o resultado e com dois gols de Caio, os comandados de Alex buscaram a virada e encerraram a fase de grupos com vitória

O Tricolor começou o jogo melhor ocupando o campo ofensivo, mas sem muita efetividade. O jogo se equilibrou até os 15 minutos e o São Caetano ainda reclamou de um possível pênalti, que rapidamente sucedeu um contra-ataque liderado pelo camisa 11 Vitinho que rendeu a primeira finalização tricolor na partida.

O jogo ficou muito preso no meio de campo, e ambos clubes abusavam muito de lançamentos em profundidade. Com nenhum dos times com o pé calibrado, a partida perdeu ritmo.

A saída do São Paulo foi buscar seu camisa 11 na ponta direita, que através de dribles curtos, era o melhor jogador da partida. O atacante tinha facilidade em limpar as jogadas e gerou boas oportunidades.

A grande chance do São Paulo no primeiro tempo, no entanto, não passou por Vitinho. Cauê encontrou Maioli na área em belo passe, que ficou cara-a-cara com o goleiro Max. Maioli, no entanto, chutou em cima do goleiro, que saiu bem do gol e segurou a bola.

A essa altura do jogo, o São Paulo já tinha tomado o controle da partida e a partir de boa circulação da bola, com tabelinhas e inversões de jogo, criava situações de perigo. A primeira chance do São Caetano saiu aos 32 minutos e em um chute do meio de campo. O chute não deu sustos ao goleiro do São Paulo.

+ Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Aos 37 minutos, Vitinho gerou mais uma grande chance. O jogador encontrou Cauê em profundidade, e o camisa 30 do Tricolor, na entrada da área, só foi parado com falta. Guilherme Tavares levou amarelo (embora o cartão vermelho fosse pedido pelos são paulinos). Na cobrança de falta, Vitinho chutou em cima da barreira e no rebote, Rodriguinho levou perigo em chute raspando a trave de fora da área.

Ao final do primeiro tempo, o São Caetano novamente endureceu o jogo e conseguiu suas melhores oportunidades. Um chute de fora da área tinha direção ao ângulo esquerdo do gol de Young, e o goleiro conseguiu apenas espalmar para escanteio. Na cobrança, a cabeçada de Guilherme Tavares parou no travessão.

O Azulão manteve a posse de bola e em uma falta no último lance, Guilherme Tavares cabeceou novamente e dessa vez não deu chances ao goleiro são paulino. E assim encerrou o primeiro tempo: após 40 minutos de superioridade são paulina, o São Caetano mostrou nos minutos finais que buscaria a vitória até o fim e foi ao vestiário com a vantagem no placar.

O segundo tempo começou com uma proposta clara dos dois times. O São Caetano queria segurar o resultado para terminar a fase de grupos em primeiro lugar, enquanto o São Paulo queria recuperar a posição e para isso, foi em busca do gol. O time de Alex conseguiu boas chances nos minutos iniciais, mas não soube concluir a gol.

Passada a pressão inicial, ambos os times mantiveram sua proposta, mas o São Paulo não mais tinha a mesma capacidade do primeiro tempo e do início do segundo. O jogo passou por um período sem muitas finalizações e sem efetividade na criação de jogadas para os dois times. Mas, em apenas dois minutos, duas substituição de Alex surtiram efeito imediato, e fez o Tricolor voltar ao jogo.

Aos 18 minutos, Talles Wander entrou no lugar de Maioli. Aos 23, Rodriguinho deu lugar ao camisa 9 Caio. Passados cinco minutos, a reação do São Paulo passou diretamente pelos pés dos dois jogadores.

Com 28 minutos, Talles encontrou belo passe para Caio na ponta esquerda, que aproveitou a falha da zaga do São Caetano, cortou para a direita e empatou o jogo. O resultado agora já garantia a liderança do grupo para o Tricolor, mas o São Caetano sequer teve tempo de estruturar uma nova estratégia.

Já na saída de bola, o São Paulo recuperou a bola. Novamente, Talles Magno encontrou Caio, dessa vez infiltrando na zaga do Azulão, e com apenas um toque, o jogador tirou do goleiro e virou o placar.

Com apenas 15 minutos sobrando, o São Caetano demorou para se encontrar novamente no jogo e errando saídas de bola e cedendo espaços no meio de campo, quase viu a vantagem do São Paulo aumentar. Apenas aos 40 minutos foi possível ver o time esboçar uma pressão e criar oportunidades. Essas chances no entanto, não foram efetivas, e o São Paulo levou a melhor ao apito final.

Com o resultado, o São Paulo ficou com nove pontos e garantiu a primeira colocação com 100% de aproveitamento no Grupo 21. O time começa a fase de mata-mata enfrentando o EC São Bernardo, que se classificou em segundo lugar no grupo 22. O primeiro colocado Londrina enfrenta justamente o São Caetano.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top