Atlético-MG

Sem receita em meio à pandemia, Atlético-MG atrasa parte de salários e direitos de imagem

Praticamente sem receitas desde a paralisação do futebol brasileiro em vitude da pandemia de coronavírus, o Atlético-MG atrasou parte dos salários dos jogadores. Além dos vencimentos mensais, o clube deve de dois a três meses de direito de imagens aos atletas. A informação, divulgada por “Fala Galo” e “portal UOL”, foi confirmada pelo Esporte News Mundo.

Recentemente, o clube informou que enxugaria 25% dos salários dos funcionários cujo os vencimentos superam R$ 5 mil. O corte, porém, não foi o suficiente para manter os pagamentos em dia em meio à escassez de recursos durante o surto de covid-19

A situação financeira do Alvinegro não é boa. Além dos salários, o clube enfrenta processos de ex-jogadores, e tem um prazo de quatro dias, estipulado pela Fifa, para pagar R$ 12,5 milhões à Udinese-ITA, referentes à compra do meia-atacante Maicosuel, em 2014. Mesmo com a crise relacionada ao coronavírus, a entidade não tem perdoado processos internacionais. O rival Cruzeiro enfrenta situação parecida.

Foto: Divulgação/Atlético-MG

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo