Mais Esportes

Sesc RJ Flamengo bate Minas e garante vaga na final do Super Vôlei

Créditos: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Em dia brilhante da levantadora Fabíola e da ponteira Ana Cristina, de 16 anos, a equipe do Sesc RJ Flamengo superou o Minas Tênis Clube, atual campeão estadual, por 3 sets a 2, e avançou para a grande final do Super Vôlei. A primeira semifinal do campeonato ocorreu na tarde desta sexta-feira (30), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema, no Rio de Janeiro. 

O técnico Bernardinho escalou Fabíola, Milka, Amanda, Ana Cristina, Juciely, Lorenne e a líbero Camila para começar a partida. Do outro lado, Macris, Thaísa, Pri Daroit, Kasiely, Carol Gattaz, Danielle Cuttino e Léia compuseram a formação inicial do time comandado pelo técnico italiano Nicola Negro. 

O primeiro set foi marcado pelo foco e regularidade tanto das atletas cariocas quanto das mineiras. Além da mesma quantidade de erros cometidos, as rivais tiveram números similares nos fundamentos de saque, bloqueio e ataque. Com erro de saque da central Carol Gattaz, o rubro-negro fechou o set com a parcial de 25×23. 

Embalado, o Sesc-Flamengo iniciou o segundo set com agressividade no saque, prejudicando a linha de passe do Itambé/Minas. O Fla conseguiu abriu vantagem, mas as campeãs mineiras reagiram e colocaram ainda mais emoção na semifinal. As jogadoras de Belo Horizonte desperdiçaram três chances de definir o set, que durou 40 minutos e acabou com a vitória do time do Bernardinho por 28×26. 

O duelo parecia estar encaminhado, até que a bicampeã olímpica Thaísa encaixou ótimos saques e virou um verdadeiro paredão, ao bloquear tudo e mais um pouco. A jovem ponteira Ana Cristina, do Sesc RJ Flamengo, não manteve o alto nível que vinha apresentando. Com ótima atuação da líbero Léia, o Minas Tênis Clube venceu o terceiro set e diminuiu o placar (25×19). 

A equipe de Minas aproveitou as falhas das adversárias e engatou um excelente ritmo desde o início do quarto set. Abalado, o elenco rubro-negro permitiu uma diferença de 10 pontos e, apesar da tentativa de reação, o Itambé/Minas deixou tudo igual em Saquarema (25×17). 

Em eletrizante tie break, Sesc-Flamengo voltou a controlar a partida com a entrada de Juma e Gabirú. A central Juciely fez o último ponto e confirmou a classificação do Fla para a final do Super Vôlei. Ana Cristina, de 16 anos, teve um desempenho impecável e mostrou o motivo de receber o prêmio Viva Vôlei de melhor jogadora em quadra. Após o jogo, a jovem deu entrevista ao canal SporTV e citou como fundamental para a vitória a garra e determinação do clube carioca. 

Na final, o Sesc RJ Flamengo enfrentará o Dentil/Praia Clube, que derrotou o Osasco/Audax São Cristóvão Saúde, também nesta sexta-feira (30). A decisão acontecerá neste sábado (31), às 21h30.

Siga os perfis do Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top