Futebol Internacional

Sevilla x Internazionale: prováveis escalações, desfalques, onde assistir, opiniões e palpites

Arte: Esporte News Mundo

Nesta sexta-feira, a Liga Europa chega a sua decisão. De um lado o Sevilla, maior vencedor da história da competição, do outro a Inter de Milão, time que jogou o melhor futebol da fase final do torneio nesta fase mata-mata na Alemanha. A bola rola às 16h (de Brasília), no RheinEnergieStadion, em Colônia.

FICHA DO JOGO

Data e horário: 21/8/2020 – 16h (Brasília) 
Estádio: RheinEnergieStadion, Colônia (Alemanha)
Árbitro: Danny Makkelie (HOL)  
Assistentes: Mario Diks (HOL) e Hessel Steegstra (HOL)
VAR: Jochem Kamphuis (HOL)

Onde assistir: Fox Sports e no Tempo Real do Esporte News Mundo

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

Sevilla: Bounou; Navas, Koundé, Diego Carlos, Reguillón; Banega, Fernando, Jordán; Suso, En-Nesyri, Ocampos
Técnico: Julen Lopetegui

Internazionale: Handanovič; Godín, De Vrij, Bastoni; D’Ambrosio, Barella, Brozović, Gagliardini, Young; Martínez, Lukaku
Técnico: Antonio Conte

O QUE DISSERAM?

Julen Lopetegui, técnico do Sevilla: “A Inter é uma equipe muito completa, uma equipe com excelentes jogadores e tem um estilo de jogo muito eficiente, como todas os times treinadas pelo Conte. Podem atacar muito e, ao mesmo tempo, são capazes de evitar que os adversários criem oportunidades de gol. Devemos ter humildade e respeito contra todas as equipes. É claro que tem que ser assim quando se joga com qualquer time, se não tivéssemos essa atitude, estaríamos a cometer um erro muito grave, que se aplica a nós ou a qualquer outro. Temos consciência de que cada detalhe vai ser importante na final. Sabemos que temos um adversário muito difícil, temos muito respeito por eles. Vai ser um jogo difícil, onde os detalhes podem fazer a diferença. Temos muito respeito, mas somos o Sevilla, merecemos esta final.”

Antonio Conte, técnico da Inter de Milão: “É o meu quarto ano em competições europeias. É bom jogar a final da Europa League. Me preocupo muito com o clube e com os torcedores. Há dez anos que não chegamos em uma final. É muito tempo. Estamos trabalhando há muito tempo, é normal que algumas ideias tácticas sejam absorvidas e outras não. Agora o nosso trabalho árduo está dando frutos, o grupo melhorou muito. Temos que dar tudo. Temos menos experiência na Europa League do que eles e isso lhes dá vantagem. O importante é ser mentalmente livre. Só há uma maneira de escrever a história de um clube: vencendo. A palavra medo não faz parte do meu vocabulário nem dos meus jogadores. Valorizamos e respeitamos o Sevilla. Se estamos aqui é porque temos as nossas cartas para jogar.”

PALPITÃO

Cayo Pereira, editor de Futebol Internacional do ENM: A final desta sexta-feira premiará uma das melhores equipes da competição. O Sevilla chega para o jogo com méritos e com a autoridade de ser o maior vencedor da história do torneio. Já a Inter tem mais time, um futebol mais vistoso e tudo para conseguir impedir o hexa do time espanhol. Na minha opinião, o título vai para Milão.
Palpite: Sevilla 1×2 Internazionale

Luiz Eduardo Porto, repórter de Futebol Internacional do ENM: Apesar da consistência e bom futebol apresentados pela Inter, o Sevilla tem armas que podem se equiparar ao forte ataque dos comandados de Antônio Conte. Com Ocampos jogando bem e Banega armando de trás, o time espanhol conta também com um exímio retrospecto na Liga Europa, com 5 títulos em 5 finais.
Palpite: Sevilla 2×1 Internazionale

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top