Futebol

Sindicato dos jogadores da França pede encerramento prematuro da temporada

O futebol francês também segue com indefinições quanto ao retorno após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus. Nesta terça-feira (21), o Sindicato Nacional dos Futebolistas Profissionais (UNFP), solicitou publicamente o encerramento prematuro da atual temporada, caso as condições de segurança dos jogadores não sejam atendidas.

Na última semana, o UNFP publicou um relatório realizado após uma pesquisa feita entre mais de mil atletas. Nele, o sindicato declara que a maior parte dos jogadores “está pronta para não retomar” a atual edição do Campeonato Francês.

O maior temor dos atletas é quanto a lesões. Um plano inicial era retomar as duas ligas profissionais, Ligue 1 e Ligue 2 no máximo em 17 de junho, realizando jogos em uma média de um a cada três dias, visto que a Liga Profissional pretende lançar a próxima temporada em 22 de agosto.

Receio dos atletas é o de contrair lesões

Segundo especialistas em saúde, este ritmo de partidas pode potencializar em seis vezes a incidência de lesões musculares. Um outro ponto a ser analisado é o econômico. A perda estimada é de 383 milhões de euros (R$ 2,2 bilhões, aproximadamente), entre vendas de produtos e direitos de televisão.

Ainda restam 10 rodadas para o fim do Campeonato Francês, que hoje tem o PSG na liderança, com 68 pontos. São 12 a mais que o Olympique de Marselha, que vem na segunda colocação.

Uma esperança para o futebol francês é a reunião do comitê executivo da UEFA, que acontece nesta quinta-feira (23), por videoconferência, e que visará resolver os problemas de retomadas a nível nacional e a nível continental.

Foto: Reprodução

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo