Campeonato Brasileiro - Série B

Sistema defensivo vai mal, Vasco é derrotado pelo Novorizontino e perde a invencibilidade na Série B

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

O Vasco conheceu sua primeira derrota na Série B 2022. Em uma partida ruim em vários sentidos, o Cruzmaltino foi derrotado por 2 a 0 pelo Novorizontino. Os gols da equipe da casa foram marcados por Jhony Douglas e Douglas Baggio. As mudanças de Maurício Souza tiveram um impacto negativo, o sistema defensivo teve uma atuação ruim e a equipe ainda terminou a partida com um jogador a menos.

+ Confira o lance a lance de Novorizontino 2 x 0 Vasco!

Depois de 14 rodadas invicto, o Vasco se despede da sequência e fica igualado com o Náutico de 2021 como maior período de invencibilidade em um início de Série B. Apesar da derrota, o Cruzmaltino continua na segunda posição, com 30 pontos, mas vê a distância para o Cruzeiro voltar a ser de quatro pontos, podendo ser ampliada já que o time mineiro tem um jogo a menos. O Novorizontino somou mais três pontos, chegou aos 20 e assumiu a oitava colocação na tabela.

+Vasco se desculpa por publicar vídeo com acusado de agredir torcedor do Fluminense

+CBF confirma realização de partida entre Vasco e Sport no Maracanã

O JOGO

O primeiro tempo no Jorjão foi mais truncado do que jogado em si. Com 20 faltas, doze cometidas pelo Novorizontino e oito pelo Vasco, a partida mal teve sequência e as jogadas eram sempre interrompidas. Algumas faltas, inclusive, passaram um pouco da linha e foram deixando o jogo mais quente.

Nessa linha, quem se deu melhor foram os donos da casa, que fizeram proveito da bola aérea para abrir o placar. Na primeira oportunidade, em falta cobrada, Thiago Rodrigues fez um milagre e salvou a bola em cima da linha. Depois, em escanteio pela esquerda, a bola foi desviada na primeira trave e Jhony Douglas apareceu dentro da pequena área para completar pro gol.

O Cruzmaltino teve dificuldades pra jogar por alguns motivos. O sistema defensivo estava mais desatento que o padrão, o jogo travado afetava a maneira do time jogar e as mudanças no time titular não fizeram efeito e, de certa forma, pioraram a equipe. Com a inclusão de Palacios no time titular, a equipe perdeu a velocidade que Figueiredo impunha por ali, já que o mesmo estava atuando centralizado. Além disso, o garoto ficou impossibilitado de usar sua principal arma, o chute de fora, porque recebia sempre de costas para o gol. E, para completar, o chileno não conseguiu ser influente.

Se no primeiro tempo o Vasco ficou devendo, o segundo começou ainda pior. O time aparentava estar completamente desconexo e não conseguia sair jogando, seja pelo chão ou pelos lançamentos. Como consequência, o Tigre melhorou no jogo e conseguiu imprimir um volume ofensivo ainda maior, criando ameaças ao gol de Thiago Rodrigues.

Após algumas chances perdidas, um cruzamento de Paulinho pela esquerda atravessou toda a área do Vasco e encontrou Baggio, sozinho, do outro lado. No 1v1 com o goleiro vascaíno, melhor para o atacante, que marcou o 2 a 0.

Com tamanho prejuízo, Maurício Souza recorreu às alterações e tentou botar o Gigante de volta no jogo. Porém, não deu tempo de analisar tais mudanças, pois, logo depois, Anderson Conceição puxou Diego Torres, que corria em campo aberto na direção do gol. O pouco de esperança que restava ao Gigante foi embora com a expulsão do zagueiro.

Daí em diante vimos um jogo pragmático e controlado por parte do Tigre. Com um a mais, os donos da casa ditaram o ritmo da partida até o final e garantiram o fim da invencibilidade vascaína.

AGENDA

O Novorizontino vai enfrentar o Náutico na próxima rodada da Série B, fora de casa. A partida acontece no sábado (02/07), às 18h30. O Vasco joga no domingo (3), no Maracanã, contra o Sport às 16h.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top