Futebol Internacional

Técnico do Manchester United, Solskjaer abre o jogo sobre o interesse no compatriota Haaland

FOTO: INA FASSBENDER/AFP via Getty Images

Desde que chegou ao Borussia Dortmund vindo do Red Bull Salzburg, o atacante norueguês Erling Haaland tem despertado a atenção dos principais clubes do futebol europeu. Com atuações inacreditáveis para um jovem de 20 anos e um número de gols impressionante, o jogador sempre vira alvo a medida em que a janela de transferências se aproxima. Um dos gigantes interessados no atacante é o Manchester United, do técnico Ole Gunnar Soskjaer, que falou sobre a sua relação com seu compatriota.

— Quando você trata seus jogadores como filhos, acaba sempre mantendo contato com eles. É ótimo ver o jogador que Haaland se tornou e sei que ele continuará trabalhando para melhorar o tempo todo. Ele é jogador do Dortmund e desejamos felicidades a ele. Vamos ver o que acontece no futuro — disse Soskjaer, que preferiu se esquivar quando questionado sobre uma possível negociação.

— Não posso falar do Haaland assim, ele é jogador do Borussia Dortmund e seria desrespeitoso. Eu o conheço e mantenho contato com ele, mas é apenas isso. Claro que é um jogador de ponta e que desperta o interesse. Quem não está interessado no Haaland? — afirmou Soskjaer.

O técnico do Manchester United ajudou na formação de Haaland e chegou a trabalhar com o atacante ainda no Molde, clube norueguês. Nas duas temporadas que passaram juntos, o atacante, recém promovido das categorias de base, marcou 20 gols em 50 partidas, tendo, dessa forma, despertado o interesse do Salzburg.

Embora não tenha falado abertamente sobre sua vontade de voltar a comandar seu compatriota. Solskjaer sabe que o Manchester United é um dos interessados em contratar Haaland, mas vai precisar superar uma grande concorrência. O clube inglês inclusive já sabe que precisará desembolsar cerca de 150 milhões de libras para contar com o jogador neste momento.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top