Esportes olímpicos

Thiago Pereira e César Cielo foram os últimos medalhistas da natação; relembre

Thiago Pereira
Foto: imago/ITAR-TASS

A Olimpíada de Tóquio está mais próxima e garantida do que nunca com data marcada para dia 23 de Julho. Com isso, as expectativas, duvidas e lembranças de um grande evento esportivo aparecem. No caso da natação, mais especificamente, vamos relembrar as últimas medalhas do Brasil nos jogos, as quais foram conquistadas em Londres 2012, pelos lendas que atendem pelo nome de Thiago Pereira (prata nos 400 medley) e César Cielo (bronze nos 50 livre).

THIAGO PEREIRA

Criado em Volta Redonda e conhecido como Mister Pan (maior medalhista da história dos Jogos Pan-Americanos), o atleta conseguiu uma medalha de prata em Londres 2012 na prova dos 400 medley com o tempo 4m08s86, o que lhe garantiu o recorde sul-americano, dessa vez sem o uso do super traje. A saber, em Atenas 2004 e Pequim 2008, Thiago bateu na trave, sendo respectivamente quinto e quarto colocado.

Um fato importante de ser citado é que em 2012 o pódio foi composto por Ryan Lotche (ouro), Thiago Pereira (prata) e Kosuke Hagino (bronze), deixando de fora a maior lenda da história da natação, Michael Phelps.

CESAR CIELO

Cesar Cielo
Foto: Andrea Staccioli/Deepbluemedia/Insidefoto via Imago Images

“Cesar Cielo Filho do Brasil”. Este será o grito sempre lembrado como o primeiro atleta campeão olímpico do nosso país. A lenda brasileira conquistou sua última medalha olímpica em Londres 2012 após ter sido pego injustamente no exame antidoping um ano antes das Olimpíadas, fato que atrapalhou bastante a preparação do atleta.

A expectativa era de que Cielo conquistasse mais um ouro, entretanto, devido as turbulências passadas no ciclo de preparação o bicampeonato não ocorreu, o ouro ficou com o francês Manaudou, vitória a qual foi tratada como façanha pela imprensa da França. Na oportunidade, Cielo ficou com o bronze a prata com o americano Cullen Jones. Dias antes do 50 livre, César havia conquistado outro bronze, na prova dos 100 livre, fato que cansou o atleta uma vez que apenas ele chegou em ambas as finais. Vale ressaltar que Cielo segue sendo o recordista olímpico na prova dos 50m livre, com o tempo de 21.30.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top