Palmeiras

“Tinha todos os indícios de ser pênalti”, diz João Martins em coletiva após vitória

João Martins - Palmeiras
João Martins no Palmeiras

O Palmeiras entrou no campo do Canindé com certa pressão por conta dos resultados conquistados pelos reservas no Campeonato Paulista, que colocam a participação do atual campeão na próxima fase em xeque.

De olho no Novorizontino, concorrente pela vaga no mata-mata e que jogou ao mesmo tempo contra o Guarani, o Palmeiras entrou o campo contra o Santo André e arrancou uma vitória suada por 1 a 0, comemorando também a derrota do Novorizontino.

Na coletiva de imprensa, o auxiliar técnico de Abel Ferreira, João Martins, concedeu uma entrevista coletiva rápida e começou fazendo uma análise da atuação de Gustavo Scarpa, responsável pelo gol da vitória do Palmeiras:

“Normalmente a posição inicial do Scarpa é meia direita e hoje achamos bom colocá-lo pela esquerda. Isso faz com que ele trabalhe melhor por dentro, ter o pé mais forte mais lateralizado. Teve um desempenho muito bom com um bom gol. Depois, tivemos que gerir no intervalo porque temos mais um jogo. Tivemos que gerir ele e o Zé Rafael. Já estava estipulado independente do que acontecesse e ele teve bom desempenho, nós ficamos felizes com o desempenho dele hoje.”

Quando João Martins foi perguntado sobre as condições do gramado, minimizou a dificuldade e aproveitou para pontuar sobre a experiência que é para os Crias da Academia serem titulares no campeonato:

“Sobre as condições do jogo, o importante era nos adaptarmos o mais rápido possível, não costumamos falar do gramado, é o que é, igual para as duas equipes. Sobre o nível de tranquilidade, é mais uma oportunidade para os jogadores crescerem e evoluírem e isso que é o mais importante, de dia para dia trabalharmos no máximo de nossas forças para podermos evoluirmos cada vez mais”

João Martins também falou sobre a versatilidade de Gabriel Menino:

“O Gabriel Menino é daqueles ‘coringas’ que nós temos no plantel. É volante de origem, faz essa função e na temporada passada foi utilizado nela, de lateral-direito, ponta direita, ele nos ajudou demais em todas as posições tanto no último jogo como neste precisamos da ajuda dele abeto na linha, no corredor, teve um desempenho positivo e onde nós precisarmos dele e tem que estar preparado para jogar”

Foi pênalti? João Martins não fugiu da pergunta!

“Nós não costumamos falar da arbitragem depois do jogo. Muitas vezes no calor do jogo temos nossa opinião, nossa opinião no calor do jogo foi de pênalti, a forma que o goleiro entrou no lance, com pé alto, a forma como a perna do nosso jogador ficou, tinha todos os indícios de ser pênalti e foi isso que nós pedimos, se o árbitro não quis ir ao VAR ou se o VAR não chamou, não achou, isso já não depende de nós… São opiniões.”

Sobre uma eventual classificação para o mata-mata do Paulistão e qual equipe será usada, se serão os titulares ou os reservas, João Martins não foi muito conclusivo:

“Nós vivemos as coisas jogo a jogo e depois o calendário é quem vai dizer quais jogadores temos disponíveis e quais não temos, vamos lutar jogo a jogo para passar, para ganhar todos os jogos, é nossa obrigação, obrigação do Palmeiras. Se porventura conseguirmos a classificação temos que ver os dias que os jogos estão marcados e ver quais são os melhores para aquele jogo”.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top