Futebol americano

Tom Brady deve deixar jovem quarterback no banco dos Buccaneers por mais um ano; entenda

Kyle Trask
Kyle Zedaker/Tampa Bay Buccaneers

O jovem Kyle Trask, escolha de segunda rodada no draft de 2021, com certeza foi uma das poucas pessoas no meio esportivo que ficou, um pouco, feliz com o anúncio da aposentadoria de Tom Brady dos gramados da NFL. Com a saída do maior de todos os tempos, Kyle teria finalmente mais chances no time principal de Tampa.

40 dias, essa foi a duração da aposentadoria de Tom Brady. O quarterback decidiu voltar e trabalhar por mais um ano, o que foi um balde de água fria nas esperanças de Kyle em ser protagonista nos Bucs, dando ao garoto mais um ano no banco para aprender com o maior de todos.

Com o retorno de Brady muitos pensavam que o jovem QB selecionado no ano passado poderia ser o seu reserva imediato, sendo o QB2 da franquia, mas não é assim que Clyde Christensen, treinador de quarterbacks de Tampa, pensa.

— Eu não o vejo competindo com (Blaine) Gabbert para o posto de backup de Brady esse ano”. Disse Christensen para o Tampa Bay Times. “Ele poderia competir, mas eu não vejo uma boa probabilidade disso acontecendo, não tem como dar muitas repetições para todos, é difícil dar repetições suficientes para Gabbert, então nós vamos preparar Gabbert como QB2 — afirmou.

O anúncio da aposentadoria de Brady fez com que os Bucs corressem contra o tempo com dois dilemas para resolver sua posição de Quarterback. O time deveria liberar o veterano Blaine Gabbert e preparar Kyle Trask como QB1 da franquia, ou, fazê-los “duelar” pela vaga no training camp. Essas opções em um cenário no qual eles não conseguiram trocar por um QB veterano e de maior qualidade na liga, como Garoppolo ou Baker Mayfield.

“Eu vejo Gabbert sendo o backup de Brady e Kyle como um jogodor ainda em desenvolvimento, e vamos treiná-los desta forma”, Disse Christensen. O treinador ainda afirmou que se Trask obtiver números consideravelmente melhores que os de Brady ele possa receber mais chances no time, porém a probabilidade disso acontecer é bem pequena.

Trask está acostumado a melhorar sua performance gradualmente e confiar no processo de evolução, tem sido assim em sua carreira desde o High School, e Christensen acredita que a volta de Brady e mais um ano no banco aprendendo com o mesmo seja algo que agrede o próprio Kyle em sua jornada. “E às vezes pode não ser o momento mais oportuno, mas acredito que ele diria que precisa de mais um ano”, afirma o treinador.

Christensen diz que o problema não é necessariamente a performance de Trask que o faz ser a terceira opção, e sim a pouca oportunidade para performar, com uma sala de quaterbacks já experiente com Brady e Garbbet, fica difícil para um jovem se destacar e roubar a posição de um deles. Mas Christensen acredita que os treinos de primavera e o início dos training camps serão de suma importância para o jovem, que receberá uma boa quantidade de repetições e times para treinar a sua função.

“Estou feliz que não tivemos que descobrir no dia de abertura dessa temporada (a capacidade de Trask)” Disse Christensen. “Isso nos dá mais um ano para treiná-lo e observar seu desenvolvimento, esta é uma das prioridades na offseason”.

Kyle Trask traz aos Bucs o elemento do desconhecido, do diamante em lapidação, podendo desabrochar ainda esse ano ou, ser treinado e moldado para ser o futuro da franquia após a saída de Brady definitivamente, essa volta da aposentadoria certamente garante mais um ano de aprendizagem com o melhor professor possível, o maior jogador da história do esporte.

Clyde Christensen e o coordenador ofensivo Byron Leftwich concordam que o desenvolvimento do jogador da última temporada para cá é aparente, e que Trask deverá receber mais chances, principalmente na volta dos treinamentos, só não esperem vê-lo como reserva imediato de Brady logo, sua grande chance chegará, e quando isso acontecer o time quer ter a garantia que ele estará 100% preparado.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top