Internacional

Torcedor do Internacional, que doou R$ 1 milhão para Rodinei ser escalado, volta atrás após afirmar que injetaria dinheiro para o São Paulo ganhar do Flamengo

Divulgação

Elusmar Maggi Scheffer é um empresário rural bilionário no Mato Grosso. Torcedor do Internacional, ele ficou conhecido nacionalmente semana passada, ao doar R$ 1 milhão para o clube. O objetivo, na ocasião, era auxiliar o colorado no pagamento da multa contratual de Rodinei, para que o lateral pudesse enfrentar o Flamengo, time a quem pertence.

No jogo, entretanto, o Internacional saiu derrotado por 2 a 1. Além disso, para decepção do torcedor ilustre, Rodinei acabou expulso no início do segundo tempo, prejudicando a equipe. No entanto, as várias contestações em relação do cartão vermelho apresentado – principalmente por parte da direção e de alguns jogadores, como Edenilson e o próprio Rodinei – fizeram Elusmar Maggi fazer uma nova promessa, desta vez um pouco mais polêmica.

Para o Internacional ser campeão, é preciso não apenas vencer o Corinthians, mas também secar o Flamengo. O rubro-negro enfrenta o São Paulo, no Morumbi e, com uma vitória simples, se sagrará campeão nacional sobre o colorado. Para evitar isso, o torcedor colorado, Elusmar Maggi, chegou a declarar, para o grupo “GaúchaZH”, que injetaria dinheiro no São Paulo, para incentivar os atletas paulistas a arrancarem pelo menos um empate contra os cariocas.

A afirmação do torcedor colorado, entretanto, não pegou bem no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Prontamente, o órgão responsável por regularizar o esporte, passou a observar as ações de Elusmar, para evitar uma possível “mala branca”, que é considerada antiética pela entidade.

Diante da repercussão da fala, que poderia resultar em sansões da CBF contra o Inter, mesmo que Elusmar Maggi não esteja envolvido com diretoria ou afins, o fez recuar na ideia. Em nota, enviada para o grupo “UOL”, o torcedor colorado admitiu que falou “no calor do momento” e aceitou que, tal pagamento, seria antiético dentro do esporte. Além disso, ele fez questão de ressaltar que confia na idoneidade dos atletas paulistas, que certamente se doarão ao máximo contra o Flamengo, sem precisar de bicho extra.

Confira, na íntegra, a nota do torcedor colorado divulgado pelo “UOL”:

Como qualquer torcedor colorado, fui impactado pela partida de domingo (21) no Maracanã. O amor pelo clube me moveu a fazer uma doação espontânea com intuito de ajudar, de fazer a minha parte na busca pelo título. Depois de tudo que aconteceu, com o lamentável erro do árbitro e do VAR, e a derrota que deixa o título mais difícil agora, me manifestei sem pensar. Envolto em emoção, afirmei que poderia participar da última rodada com aporte financeiro ao São Paulo, algo que considero equivocado. Sei que não é ético, aceitável, nem necessário este tipo de coisa, já que o São Paulo, como grande clube que é, não precisaria de qualquer incentivo para tentar a vitória. Peço desculpas pelas palavras ditas “no calor do momento” e reitero que jamais falei em nome do Inter. Reforço que não vou fazer qualquer movimento nesta última rodada, deixando o protagonismo todo para quem sempre deve tê-lo: os jogadores. Vamos, Inter! Estaremos sempre contigo.”

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top