Athletico

Torcedoras do Athletico homenageiam Sonia Nassar, pioneira no jornalismo esportivo paranaense

Sônia Nassar
Foto: Divulgação/Atleticaníssimas

Faixas são muito comuns nos estádios de futebol. Para a torcida, é uma das maiores formas de demonstrar apoio ao time e se mostrar presente. Frequentemente, as faixas também homenageiam personalidades importantes dos clubes. Mas você já parou para pensar quantas destas faixas homenageiam mulheres? São poucas.

Aqui no Brasil, o mais próximo de uma faixa que celebra uma personagem feminina dos clubes é a que simboliza o coletivo “Elis Vive”, formado por torcedoras do Grêmio em homenagem à Elis Regina. Gaúcha, a célebre cantora era sócia do clube e sempre defendeu o direito das mulheres. O coletivo foi criado para discutir pautas relacionadas à presença de torcedoras no estádio.

Fora do Brasil, a torcida do Junior Barranquila, da Colômbia, homenageia em todo jogo Micaela, fundadora do clube. O Barranquilla é o único clube do mundo fundado por uma mulher.

Ao fundo da foto, a faixa faz homenagem à Micaela Lavalle de Mejía, fundadora do Junior Barranquilla. Foto: Reprodução/Junior

Pensando nesta ausência de mulheres nas faixas das torcidas, as “Atleticaníssimas”, um movimento de torcedoras do Athletico Paranaense, teve a ideia de homenagear alguma personagem feminina importante na história do clube. O primeiro nome que veio em mente foi o de Sonia Nassar, atleticana e uma das maiores jornalistas esportivas paranaense.

Uma das pioneiras no jornalismo esportivo

Sonia Regina Nassar nasceu em 1951. Aos 17 anos, já começava sua carreira de jornalista esportiva no Paraná. Em uma época onde a presença de mulheres no esporte era rara e contestada, seja nos estádios ou nos jornais, Sônia fez história sendo pioneira nas redações.

O objetivo da faixa, então, é homenagear uma mulher que abriu o caminho para outras mulheres no cenário do futebol no Paraná. Além disso, a ideia é fazer ecoar sua história, para que torcedoras que ainda não conheçam Sonia Nassar a tenham como exemplo, como explica Michele Toardik, integrante das Atleticaníssimas:

– Se hoje ainda é necessário discutir o respeito em relação à presença de mulheres no estádio, imagina na época da Sonia. Nós enxergamos a Sonia como um ícone, um exemplo, e isso ajuda a nos fortalecer. 

Atleticana fanática

Jornalista respeitada por todas as torcidas do estado, Sonia Nassar não escondia o time do coração: o Athletico. Ela não media esforços para ajudar o clube, chegando inclusive a costurar camisas para o time em momentos complicados.

Sonia deixou uma frase marcante para a torcida atleticana, que está na cabeça de todo torcedor e vai estar na faixa que homenageia a jornalista: “O Athletico é um estado de espírito! Se ele vai bem, todos nós vamos bem. Se vai mal, sai da frente!”. Para Michele, esta frase resume bem a torcida:

– A gente vê isso no grupo. Se o Athletico vai bem o grupo se empolga mais, se torna mais criativo, comenta mais, pulsa mais.

Um projeto que deve continuar

As Atleticaníssimas conversaram coma família de Sônia Nassar para a aprovação da imagem, e também com mulheres jornalistas esportivas do Paraná, que foram influenciadas por Sonia. Para a produção da faixa, o grupo convidou todas as torcedoras do Athletico a contribuir com um valor simbólico. Quem contribuir, terá seu nome gravado na barra da faixa.

Se o dinheiro arrecadado for acima do custo necessário, o valor excedente será doado para o projeto social Boleirinhas Kakau FC, que desempenha um trabalho com meninas que jogam futebol.

As Atleticaníssimas não devem parar por aí. A ideia é que a faixa com o rosto e a frase emblemática de Sonia seja a primeira de muitas homenagens a outras mulheres que estejam ligadas ao Athletico. Michele acredita que o grupo está fazendo história neste momento, empunhando a bandeira de uma personagem tão importante:

– A história do Athletico é tão rica, e ela não é feita apenas por homens, jogadores e comissão técnica. É uma história que envolve torcedoras, mulheres que trabalharam também na construção de tudo isso, e isso tem se ampliado cada vez mais.

Se você quiser contribuir com a produção da faixa, entre em contato com as Atleticaníssimas pelas redes sociais.

Para saber tudo sobre o Athletico, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

POR LUANA LOPES

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top