Internacional

Torcida colorada protesta, no complexo Beira-Rio, contra diretoria e jogadores

Reprodução/Revista Colorada/Twitter

A fase do Internacional não é boa. Após ver Coudet pedir demissão e ser eliminado da Copa do Brasil, o clube viu um grupo de torcedores protestar na porta do Centro de Treinamentos. Organizados por uma torcida, diversos colorados entoaram gritos contra os jogadores, o diretor executivo Rodrigo Caetano e o presidente Marcelo Medeiros. O movimento começou em frente ao Beira-Rio e, posteriormente, se dirigiu ao CT Parque Gigante. As imagens da movimentação foram postadas, originalmente, pelo portal “Revista Colorada”.

Contra os jogadores, os principais protestos solicitavam “honra a camiseta” e os acusavam de mercenários. Uma faixa, com os dizeres “salário em dia e futebol atrasado” foi usada para ilustrar a mensagem que a torcida desejava passar. “Jogadores, não sejam mercenários, honrem a camiseta que paga teus salários” foi o cântico mais usado pelos protestantes, em frente ao centro de treinamentos.

O Diretor Executivo do clube, Rodrigo Caetano, e o presidente Marcelo Medeiros também foram alvo de protestos da torcida. Para o primeiro, os gritos da torcida solicitavam para ele “pedir demissão”, além de uso de palavras de baixo calão para se dirigir ao dirigente. Já o presidente Marcelo Medeiros, que chegou a dar entrevista para tentar justificar a eliminação na Copa do Brasil, também foi alvo de reclamações e xingamentos pesados por parte dos torcedores.

O Inter volta a campo neste domingo (22), diante do Fluminense, no Beira-Rio. Certamente, a torcida espera uma resposta imediata do time, principalmente após os protestos. Atualmente, o colorado está na segunda colocação do Brasileirão e, na quarta-feira (25), começa a disputar as oitavas de final da Libertadores, diante do Boca Juniors, dentro do Beira-Rio.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top