Eurocopa

Treinador da França ameniza atrito entre seus jogadores

Deschamps
Foto: FedericoPestellini Panoramic / Via Imago Images

Nesta segunda-feira (14), o treinador francês Didier Deschamps e o goleiro Hugo Lloris trataram de amenizar a situação que envolveu os atacantes Olivier Giroud, Karim Benzema e Kylian Mbappé. O atacante do Chelsea falou sem citar nomes que não recebeu passes durante um amistoso de preparação para a Eurocopa. Mas Mbappé se sentiu incomodado com a historia e criou uma repercussão na imprensa da França.

— Tensão? Essa é uma palavra muito forte. Internamente, não vi nenhuma tensão. Eu sou imune ao que acontece lá fora. Os jogadores estão mais conectados e frequentemente ouvem palavras que podem ser interpretadas. Não houve nada, apenas discussões como as que tenho regularmente. Desde quinta, todos começaram a treinar com o objetivo de estarem prontos para a partida contra a Alemanha — disse o treinador da França, que é a atual campeã do mundo.

Um dos líderes do elenco o goleiro Lloris também falou sobre a discussão e projetou o duelo contra a Alemanha.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

— Fez muito mais barulho fora do que dentro. Olivier (Giroud) e Kylian (Mbappé) tiveram uma discussão no dia seguinte ao jogo, mas não há nada de anormal. É um pouco diferente, mas são coisas que acontecem num vestiário. Mas de forma alguma afetaram a equipe porque as coisas foram interpretadas da maneira certa. Sobre a Alemanha, é uma seleção que está em um processo de reconstrução, mas possui jogadores experientes. Jogam em casa, esperamos um jogo difícil para nós. (Os atacantes), são jogadores de primeira classe, que jogam em alto nível. Entendo que os oponentes fiquem com medo, mas só teremos sucesso de o coletivo funcionar — falou o goleiro do Tottenham e da França.

+Luis Henrique defende processo de renovação na seleção da Espanha

A França está no grupo F. Além da Alemanha, que é o adversário da estreia na partida que vai acontecer amanhã (15), o time enfrentará Portugal e Hungria. O encontro entre franceses e portugueses será reedição da última final da Euro, quando os portugueses saíram vitoriosos. O grupo é considerado o mais difícil da competição.

+Holanda não vai se ajoelhar em protesto antirracista na Eurocopa

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top