Geral

Tyson Fury reage, nocauteia Deontay Wilder e mantém cinturão dos pesados

Tyson Fury segue o ‘rei’ dos pesos-pesados no boxe. O inglês realizou no último sábado (9) uma luta emocionante contra o americano Deontay Wilder para defender o cinturão da categoria do Conselho Mundial de Boxe (WBC) e venceu por nocaute no 11º assalto,

Foi a segunda vitória do ‘The Gypsy King’ sobre o rival, fechando a trilogia entre ambos. Na primeira, ambos empataram em luta polêmica, que rendeu a revanche, esta vencida pelo inglês.

A luta

O duelo que prometia ser um dos melhores do ano na nobre arte entregou o que era esperado e ainda mais. Fury e Wilder mostraram no ringue que são dois dos grandes boxeadores da atualidade numa grande luta.

Os dois lutadores foram para cima desde o primeiro round e o inglês apresentou a primeira chance de se impor ao rival no terceiro round, quando o primeiro knockdown da noite foi aplicado pelo campeão.

Wilder se recuperou e, no quarto assalto, foi a vez de devolver e com estilo, derrubando o ‘Gypsy King’ por duas vezes e começando a se achar na luta. O inglês demorou um pouco para se recuperar, mas quando o fez, mostrou porque ainda é dono do cinturão dos pesados.

Tyson Fury tratou de pressionar o quanto pode o americano, o colocando contra as cordas e forçando o adversário a buscar o clinche para parar a luta, apesar de um bom contra-ataque. No décimo round, novamente o ‘Bronze Bomber’ foi para a lona, mas conseguiria se levantar.

No assalto seguinte, no entanto, veio o golpe definitivo de Fury para acabar com a luta e manter o cinturão consigo. Após o duelo, o campeão tratou de valorizar o rival e o combate.

– Foi uma grande luta, é tudo o que uma trilogia como essa merece. Não darei desculpas, Wilder é um excelente lutador e ele provou isto esta noite. Eu sempre digo que eu sou o melhor do mundo e ele é o segundo – declarou o inglês.

Esta foi a 32ª vitória em 33 lutas para Tyson Fury, que segue invicto em sua carreira no boxe, sua outra luta sendo o empate para Wilder.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top