Futebol Internacional

UEFA anuncia novo formato da Champions com o fim da fase de grupos

Divulgação / UEFA

A UEFA anunciou nesta segunda-feira (19) um novo formato para a Champions League, com a presença de 36 clubes e forte mudança na fase de grupos.

A maior mudança será no formato de disputa, com uma transformação da fase de grupos tradicional para uma única fase da liga, incluindo todas as equipes participantes. Cada clube terá agora garantidos um mínimo de 10 jogos da “Fase de Liga” contra 10 adversários diferentes (cinco jogos em casa, cinco fora) em vez dos seis jogos anteriores contra três equipes, jogados em casa e fora.

Os oito melhores times da liga se classificam automaticamente para a fase de mata-mata, enquanto os times que terminarem entre o nono e o 24º lugar irão competir em um play-off de ida e volta para garantir sua passagem para as oitavas de final da competição.

Alterações de formato semelhantes também serão aplicadas à UEFA Europa League (8 jogos na fase da liga) e UEFA Europa Conference League (6 jogos na fase da liga). Sujeito a futuras discussões e acordos, essas duas competições também podem ser expandidas para um total de 36 equipes cada na fase da liga.

A qualificação para a UEFA Champions League continuará a ser aberta e conquistada através do desempenho de uma equipa em competições nacionais.

Um dos lugares adicionais irá para o clube classificado em terceiro lugar no campeonato da federação que ocupar a quinta posição no ranking das federações da UEFA. Outro será concedido a um campeão nacional, ampliando de quatro para cinco o número de clubes qualificados pelo chamado “Caminho dos Campeões”.

As duas últimas colocações irão para os clubes com o maior coeficiente de clubes dos últimos cinco anos que não se classificaram para a fase de grupos da Champions League, mas se classificaram para a fase de qualificação da Champions League, da Liga Europa ou da Liga Europa Conference. Todos os jogos antes da final ainda serão disputados no meio da semana.

Em comunicado divulgado para a imprensa, o presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, explicou seus motivos para adotar o novo formato da Champions e aproveitou para ironizar os participantes da Superliga Europeia, competição paralela anunciada neste domingo (18).

Palavra oficial do presidente da UEFA

“Este novo formato apoia o estatuto e o futuro do futebol nacional também em toda a Europa. Mantém o princípio de que o desempenho nacional deve ser a chave para a qualificação e reafirma os princípios da solidariedade desde o jogo e da competição aberta.

Com isso, iremos manter vivo o sonho de qualquer equipa da Europa de participar na UEFA Champions League graças aos resultados obtidos em campo e vai permitir a viabilidade, prosperidade e crescimento a longo prazo para todos no futebol europeu, não apenas um minúsculo cartel de selecionados.

O futebol é um tesouro social e cultural, enriquecido com valores, tradições e emoções partilhadas por todo o nosso continente. Como órgão dirigente e responsável pelo futebol europeu, é papel da UEFA salvaguardar este legado, ao mesmo tempo que lidera o desenvolvimento futuro positivo do futebol na Europa para federações, ligas, clubes, jogadores e adeptos nacionais a todos os níveis, razão pela qual nos últimos dois anos realizámos um amplo processo de consulta que permitiu o apoio unânime da nossa proposta e estamos convictos de que estas reformas cumprem esses objetivos”.

O Comité Executivo da UEFA aprovou este um novo formato para as competições de clubes. As mudanças terão validade partir da temporada 2024/2025.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top