Lutas

Provocações e empurrão de Usman em Covington marcam coletiva do UFC 268

Divulgação;Instagram UFC

Kamaru Usman e Colby Covington são as estrelas da luta principal do UFC 268, neste sábado (6) em Nova York. E, por isso, também monopolizaram as atenções da coletiva do evento, com muita provocação e troca de farpas.

Claro, a maior parte das provocações veio de Covington, que não poupou o nigeriano em sua tradicional postura de ‘trash talk’. Uma delas até mesmo usou assuntos familiares do campeão dos meio-médios, no caso a prisão do pai do lutador, Muhammad Usman, que ficou sete anos preso por envolvimento em fraude de uma companhia de ambulâncias que era dono.

– Ei ‘Marty’, seu pai já saiu da cadeia para ver você lutar? Eu conheço alguém da polícia que pode falar com o cara da condicional. Acho que ele vai poder ver você lutar. Sinto muito pela Sra. Usman, que tem um filho que é trapaceiro e um pai que engana os outros – disparou o ‘Chaos’.

– Se você puder telefonar para ele, claro que ele pode vir e me ver quebrar seu maxilar de novo – respondeu o campeão, sem entrar diretamente na provocação do rival.

Além das questões familiares, outro fator usado pelo desafiante para provocar o desafeto é uma acusação de que Usman faz uso de doping, o que foi várias vezes levantado pelo americano nos últimos meses e colocado novamente na coletiva do UFC 268.

– Vi umas fotos suas ontem. O que são essas marcas de seringa no seu estômago? Me pareceram ruins. Vi você andando com o Justin Gaethje e você estava meio mal, cara. Você nem pode esconder o quanto que essa química esta zoando seu corpo, tem acne e marcas no seu corpo – provocou Covington, sendo respondido por Usman rapidamente.

– Um cara falando do corpo de outro. Quer dizer algo para a gente, Colby? Isso quer dizer que você está saindo do armário? – perguntou o nigeriano.

Em outro momento da coletiva, Covington disparou contra o campeão citando a primeira luta entre ambos, em dezembro de 2019 e vencida pelo nigeriano. Nela, o americano fez várias acusações de trapaça contra o desafeto, que teria fingido levar golpes baixos e até dedada no olho para impedir o que acreditava ser sua vitória.

– Ele evitou o quanto pode essa revanche. Tio Dana (White) e o UFC o forçaram a aceitar essa luta porque ele só queria lutar contra pesos-leves, queria lutar contra Nate Diaz. Queria luta contra todo mundo menos me dar a revanche. Ele sabe quem é o ‘pai’ dele e quem venceu de verdade aquela luta. Se ele não ficasse pedindo ‘tempo’, eu teria o destruído. Mas, antes tarde do que nunca. Não vivo no passado. O futuro é neste sábado e vim para quebrar ‘Marty Fakenewsman’ – afirmou.

-Se eu tivesse fingido isso ou aquilo… ele fala isso mas eu não fingi nada. Fiquei na luta e você saiu com o queixo quebrado – declarou Usman.

Usman empurra Covington na encarada

O momento de maior tensão entre os dois astros do UFC 268, no entanto, não se deu na coletiva. Na tradicional encarada das coletivas, ambos se encararam de forma bastante séria até que Usman, repentinamente, deu um empurrão em Covington, obrigando Dana White a agir e se colocando na frente dos dois lutadores.

Prontamente, o ‘Chaos’ passou a trocar farpas com o campeão, que tentou evitar maior tensão na hora de posar com o cinturão em seus ombros e não partir para a briga franca.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top