Lutas

Dirigente do UFC explica polêmica sobre pesagem de Charles do Bronx

Mais um capítulo da saga envolvendo Charles do Bronx e a pesagem do UFC 274 veio nesta quarta-feira (11) com um dirigente do alto escalação da organização esclarecendo o lado desta na questão que acabou tirando do brasileiro o cinturão dos leves. E explicando o que fez com que o lutador acabasse não batendo o peso da luta contra Justin Gaethje.

Em entrevista à rádio Sirius XM, o vice-presidente de assuntos regulatórios do Ultimate, explicou o ocorrido. Segundo o dirigente, a balança usada na pesagem oficial, na qual o registro de peso é o oficial para a marcação das comissões atléticas para autorizar a validade das lutas, estava devidamente calibrada e que todos os lutadores que se pesaram ali tinham as marcações corretas.

LEIA TAMBÉM

+ Kamaru Usman diz que agressão de Masvidal a Covington o deixou ‘desapontado’

+ Charles do Bronx diz que ‘nunca vai entender’ problema na pesagem do UFC 274

O problema, de acordo com Ratner, teria acontecido com a balança usada pelos atletas no hotel em que ficam antes dos cards do UFC. O diretor apontou que houve uma descalibragem desta quando alguns lutadores tentaram mudar a marcação de peso de libras (medida usada nos EUA) para quilogramas (usada no restante do mundo) para conferir o peso, embora também tenha sugerido que é uma teoria sobre o que fato aconteceu nos momentos anteriores à conferência oficial de peos

– A balança oficial, a qual os lutadores se pesaram de manhã com a Comissão Atlética do Arizona, 28 atletas bateram peso. Então, posso assegurar que não houve problema algum com essa balança e ela estava dando o peso correto – disse Ratner.

– O que pode ter acontecido é que, na noite anterior, há uma outra balança ao qual os lutadores checam seu peso no hotel. Alguns lutadores quiseram trocar a medida de libra para quilo, o que pode ser feito, e algo deve ter acontecido. A gente não tem prova de nada, mas pode ter descalibrado aquela balança – completou.

O diretor afirmou que, assim que o problema na balança do hotel foi detectado, os lutadores que iriam participar do UFC 274 foram avisados antes da pesagem. A equipe de Charles do Bronx alega que não fora avisada do acontecido antes do lutador se pesar oficialmente e não conseguir chegar ao peso máximo da categoria dos leves (70,3kg).

– Não sei a que horas o Charles e a equipe dele desceram na sexta-feira mas eles me disseram que haviam se pesado na quinta e que haviam batido o peso. Não posso dizer ao certo sobre sexta, mas eu sei que a balança oficial estava correta – alegou o diretor do Ultimate.

A teoria da descalibragem feita por lutadores havia sido comentada inicialmente por Dana White logo depois do evento, citando que algum lutador que não seria dos Estados Unidos poderia ter acidentalmente resetado a balança na noite antes da pesagem. Alguns lutadores afirmaram depois da pesagem ter notado uma discrepância entre o peso de ambas entre o dia anterior e a cerimônia em si.

Charles do Bronx alega ter batido o peso na quinta-feira, mas na pesagem oficial, mesmo com tempo extra para cortar o peso excedente, não o conseguiu e perdeu o cinturão. Mas venceu Gaethje e pode ter a chance de lutar novamente pelo título, se o UFC assim o desejar.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top