Lutas

UFC Vegas 25 tem cotovelada certeira, chute ilegal em brasileira e mais; confira o resumo do card

UFC Vegas 25 Jiri Prochazka
Divulgação/Facebook UFC Brasil

Neste sábado (1/5), mais uma vez o octógono mais famoso do mundo foi erguido para a realização do UFC Vegas 25. A luta principal da noite foi um duelo de meios-pesados entre o americano Dominick Reyes e o tcheco Jiri Prochazka.

E o main event entregou o prometido: dois lutadores que foram para cima, deram bons golpes e chegaram a balançar seus rivais. E Prochazka foi o vencedor, graças a uma cotovelada certeira no americano que o nocauteou no segundo round.

A luta

O duelo principal do UFC Vegas 25 começou movimentado, com os dois lutadores trocando bem socos. O tcheco conseguiu acertar um direto de direita que quase balançou Reyes. O americano responde com queda, que acaba não surtindo efeito. Prochazka se mostrou mais solto e teve os golpes mais contundentes do primeiro round, apesar das respostas do ex-desafiante ao cinturão da categoria, que movimentaram o assalto nos minutos finais.

No segundo round, a movimentação se reduziu, mas ambos continuaram pressionando. Outro golpe de Prochazka pegou em cheio a Reyes e o balançou. Depois, foi a vez do americano responder e botar uma paulada de esquerda no tcheco para depois não encaixar a guilhotina. No chão, a luta se torna bastante renhida entre os dois.

Mas Prochazka sobreviveu à pressão de Reyes e conseguiu ir para cima. E bastou uma cotovelada rodada bem dada na região da têmpora foi o suficiente para apagar o americano e vencer sua segunda luta no UFC, a 12ª seguida da carreira do ‘Denisa’.

– Quero mostrar a beleza da arte, mas às vezes vou com muita pressa pela vitória. Acabo recebendo golpes, mas ainda estou aprendendo. Eu vou apenas no flow. Apenas fui no flow – disse o tcheco após a luta.

Brasileiros ‘100%’

O Brasil terminou 100% no UFC Vegas 25. As três lutas que envolveram o país tiveram vitórias dos lutadores brasileiros, ainda que uma das lutas tenha sido de lutadoras nacionais, o duelo entre Luana Dread e Poliana Botelho, que terminou com a vitória da primeira na decisão dividida dos juízes.

A luta entre as brasileiras foi bastante equilibrada e com as duas lutadoras impondo seus respectivos jogos. Luan se mostrou em vários momentos mais agressiva que Poliana e isto lhe garantiu sua segunda vitória dentro do UFC. A ‘xará’ Luana Pinheiro também venceu sua luta no evento, mas de uma forma diferente.

Pinheiro enfrentou a canadense Randa Markos e dominou no departamento de quedas e na luta no chão, sem dar espaço para a lutadora nascida no Iraque. Markos acabaria dando uma pedalada ilegal na brasileira, que a fez não continuar lutando e acabou perdendo por desqualificação.

Felipe Cabocão, por sua vez, abriu a programação do evento encarando Luke Sanders. O peso-pena não teve muitas dificuldades para impor seu jogo e vencer o americano para se reencontrar com a vitória após pouco mais de um ano.

Resultados UFC Vegas 25 – Reyes x Prochazka

Card principal

Jiri Prochazka venceu Dominick Reyes por nocaute (4;29 do R2)

Giga Chikadze venceu Cub Swanson por nocaute técnico (1:03 do R1)

Ion Cutelaba e Dustin Jacoby empataram em decisão dividida dos juízes

Sean Strickland venceu Krzysztof Jotko por decisão unânime dos juízes

Merab Dvalishvilli venceu Cody Stamann por decisão unânime dos juízes

Card preliminar

Luana Pinheiro venceu Randa Markos por desqualificação (chute ilegal aos 4:16 do R1)

TJ Brown venceu Kai Kamaka por decisão dividida dos juízes

Luana Dread venceu Poliana Botelho por decisão dividida dos juízes

Loma Lookboonmee venceu Sam Hughes por decisão unânime dos juízes

Andreas Michalidis venceu KB Bhullar por decisão unânime dos juízes

Felipe Cabocão venceu Luke Sanders por decisão unânime dos juízes

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top