Juventude

Última vitória do Juventude sobre o Internacional foi pela Série B em 2017

Ricardo Duarte/Internacional

Foi sofrido, mas o juventude conseguiu a sua classificação para a semifinal do Campeonato Gaúcho. Na rodada rodada decisiva, o Ju bateu o Brasil de Pelotas e contou com o tropeço do Ypiranga-RS, para garantir a vaga. Com a passagem de fase, o Papo terá como adversário o internacional. Além da equipe colorada vir embalada pelos bons resultados dos últimos jogos, o confronto também será complicado por outro motivo, um tabu quase quatro anos.

Para conseguir a classificação para a grande decisão do Campeonato Gaúcho, o papo vai precisar quebrar um tabu importante de vencer o Internacional, algo que não acontece desde 2017. Na ocasião, as duas equipes se enfrentaram pela série B do campeonato brasileiro e terminou com triunfo do Juventude em 2 a 1. Os gols foram anotados por Mikael e Yago, para o alviverde, com Felipe Gutiérrez descontando para os colorados.

Desde então, as duas equipes se enfrentaram quatro vezes. Em todas essas oportunidades, o Juventude não conseguiu superar a equipe colorada. Ao todo, inclusive, foram quatro derrotas nestas partidas, sendo a última na abertura deste Campeonato Gaúcho, para a então equipe sub-23 do Internacional, já que a equipe da capital deu férias para os titulares no início do torneio.

Agora, o reencontro está marcado. No próximo domingo (02), o Juventude terá uma nova oportunidade de superar o Internacional, após quase quatro anos. O duelo, pelas semifinais do Campeonato Gaúcho, ocorrerá no estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, às 16h. Já a partida de volta será no final de semana seguinte, no Beira-Rio.

Relembre números dos confrontos entre Juventude e Internacional na história:

  • 195 jogos;
  • 115 vitórias do Internacional;
  • 38 vitórias do Juventude;
  • 42 empates;
  • 385 gols do colorado;
  • 176 gols do papo.

Para saber tudo do Juventude siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top