Copa América

Melhor na etapa inicial, Uruguai vence Paraguai com gol de Cavani e garante segundo lugar do Grupo A

Foto: Divulgação/Federação Uruguaia

Com domínio do primeiro tempo, o Uruguai venceu o Paraguai com gol de pênalti de Cavani na etapa inicial e garantiu a segunda posição do Grupo A da Copa América. Jogando na noite desta segunda-feira (28), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, o Uruguai chegou aos sete pontos em quatro jogos, após bater por 1 a 0 o Paraguai. A Celeste avança e terá pela frente a Colômbia. Já o Paraguai manteve os seis pontos conquistados, avançou em terceiro e terá pela frente o Peru. Mesmo sendo substituído antes dos 25 minutos da etapa final, os destaques do Uruguai na partida foram Arrascaeta e Cavani.

PRIMEIRO TEMPO DE DOMINIO CELESTE

O Uruguai iniciou a partida já em cima do Paraguai, pressionando e tentando definir o placar logo. Mesmo sem Suárez, poupado, a Celeste foi para cima e com Cavani e Arrascaeta levava perigo ao goleiro Silva. Logo aos 3′ Cavani apareceu pelo jogo aéreo. Minutos depois, Arrascaeta teve duas ótimas chances para tirar o zero do placar, mas desperdiçou. Aos 4′ ele apareceu na cara do goleiro e acertou a rede pelo lado de fora. Aos 7′ após uma rápida triangulação o camisa 10 acertou uma pedrada na trave, o lance, ainda, teve um leve desvio do goleiro Silva.

A pressão do Uruguai era grande, até que aos 18′ minutos da etapa inicial, Nandez apareceu pela direita e sofreu pênalti a favor da Celeste. Na cobrança, Cavani bateu bem, forte e deslocando o goleiro. O Paraguai por outro lado, teve um início de apenas defesa e isso se estendeu por quase toda a primeira etapa. Vale destacar que a equipe de Eduardo Berizzo não conseguiu finalizar nenhuma bola na direção do goleiro Muslera. 

Rendendo pouco e sendo pressionado, o Paraguai, ainda, perdeu seu principal jogador machucado. Aos 30′ primeira etapa, Almirón deixou os gramados do Nilton Santos lesionado e chorando. Sendo um desfalque na partida e muito provável para as quartas de finais da Copa América. Após o gol, o Uruguai seguiu melhor na partida, mas perdendo as chances de criar. Na reta final da primeira etapa, Vecino até marcou o segundo da equipe, mas a arbitragem pegou impedimento de Cavani, na origem da jogada, quando ajeitou de cabeça.

Para saber tudo sobre a Copa América, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

ETAPA FINAL DE MEXIDAS E EMOÇÃO

Na etapa final, o Uruguai seguiu administrando o jogo. Mas por outro lado, o Paraguai tentou ser mais agressivo, chegou a finalizar e até a marcar, mas a arbitragem pegou impedimento. Óscar Romero concluiu para o gol após cruzamento, mas estava adiantado. Com o 1 a 0 para o Uruguai, a equipe tentava segurar o jogo, mas o Paraguai chegava mais no ataque que na etapa inicial. 

Com o passar do tempo, as equipes começaram a trocar peças, pelo desgaste e pensando na próxima fase da competição. Em uma dessas trocas, Cavani deu espaço para Luis Suárez e logo que entrou o jogador teve a chance de matar o confronto, mas o Uruguai errou no último passe. Aos 23’ Bentancur arrancou em contra-ataque, após ficar no 2 contra 1, o meia tentou servir o atacante que se movimentava, mas o passe saiu muito esticado.

Com as equipes mexidas, a partida ficou mais divertida e aberta no segundo tempo, em um confronto de maior trocação entre as equipes. Aos 29′ o Paraguai quase empatou o duelo, González recebeu um bom passe de Ángel Romero, bateu de dentro da área, mas o zagueiro Coates fez um corte providencial. Aos 34′ Coates salvou outra vez o Uruguai, desta vez na chegada de Óscar Romero. Na resposta, a Celeste chegou em duas faltas, a mais perigosa foi batida por Suárez, aos 39′ o atacante finalizou muito bem, mas a bola ficou na rede pelo lado de fora. 

Já na reta final, o Paraguai tentou chegar na pressão, após um lance milimétrico entre falta ou pênalti, mas após o VAR confirmar, o Paraguai bateu falta aos 46′ Óscar Romero cobrou, Martínez apareceu em uma boa condição na pequena área, mas chutou muito mal. Mesmo com o jogo acabando, o Uruguai teve mais uma chance, aos 48′ Nández recebeu passe dentro da área, mas na finalização Silva espalmou.

E AGORA?

O Uruguai retorna aos gramados no próximo sábado (3) ás 19h, no Mané Garrincha, em Brasília (DF), diante da Colômbia. Já o joga um dia antes, na sexta-feira (2), ás 18h, no Estádio Olímpico, em Goiânia (GO), diante do Peru.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top