e-Sports

Valorant Masters: Havan Liberty perde primeiro jogo em Berlim

Havan Liberty perde para 100 Thieves em primeiro dia do Masters Berlim

Acend, G2 e 100 Thieves são os vitoriosos no primeiro dia do campeonato internacional

O campeonato internacional do circuito profissional de Valorant, Masters, começou nesta sexta-feira (10) em Berlim, na Alemanha, com a perda da Havan Liberty, time que representa o Brasil no campeonato. A Liberty enfrentou a norte-americana 100 Thieves e perdeu de 2 a 0. 

O Masters Berlim começou ainda na parte da manhã com a vitória da Acend sobre a  Supermassive, o confronto entre as equipes aconteceu em Bind e Ascent, no primeiro mapa o time ganhou de 13 a 5 e na segunda seleção o placar foi de  13 a 9.

O segundo jogo foi no começo da tarde e foi decidido somente no terceiro mapa, a G2 ganhou o primeiro embate em Ascent contra a F4Q, em seguida foi a vez da F4Q deixar tudo igual no seu mapa de escolha, Bind. Sendo assim, a decisão só aconteceu depois de Haven, terceiro mapa do melhor de três (MD3), em que o time ganhador foi o europeu G2.

Havan Liberty (0) x (2) 100 Thieves

Line-up HL: Myssen, Shion, Pleets, Liazzi e Krain.

Line-up 100T: Hiko, Nitro, Steel, Asuna e Ethan.

Ascent (HL 3 x 13 100T):   O jogo da Havan Liberty contra a 100 Thieves no Masters Berlim começou em Ascent, mapa de escolha do time norte americano. O round pistol foi ganho pela equipe brasileira que entrou rapidamente no spike side A, realizando o plant ainda nos primeiros segundos de jogo. A primeira eliminação entrou na contra de “shion” (Breach) que finalizou “hiko” (Sova), “pleets” (Astra) auxiliou na vitória da equipe com um duplo abate. Com um melhor armamento, a segunda rodada também foi da equipe, dessa vez o time tentou entrar no ponto B, mas optou por rotacionar meio, a spike não foi para o chão, mas a vitória veio com a finalização da equipe adversária

O terceiro round foi para a 100 Thieves, dessa vez era o time que estava com um armamento superior, a Havan Liberty chegou a pôr a spike no chão, mas quando estava dominando a área perdeu jogadores importantes, o que impediu a equipe de segurar a rodada. O empate veio em seguida, a Havan fez um avanço pelo meio em direção a B, mas a entrada do mercado foi fechada, sendo assim, a equipe passou pela varanda, porém perdeu muitos jogadores, restando somente “pleets” contra quatro adversários, o jogador optou por guardar a arma. O ponto de virada da 100T veio depois que a HL perdeu dois jogadores no meio, com a vantagem numérica da 100T os demais jogadores foram caindo, restando só “krain” (Sova) contra dois adversários, ele tentou o plant nos segundos finais, mas “Asuna” (Jett) estava por perto, sendo assim, o jogador eliminou a Jett adversária, mas ficou sem tempo para o plant, sendo eliminado em seguida.

A Havan Liberty pontuou só mais uma vez no lado atacante de Ascent, mais uma vez sem por a spike no chão, só fazendo a eliminação dos adversários. A primeira parte do jogo terminou com uma larga vantagem da 100 Thieves, em 9 a 3, depois que a 12º rodada precisou ser refeita por problemas técnicos. Na mudança de lados a Havan Liberty também não conseguiu encaixar as balas e a defesa do spike sides, ou seja, não marcou nenhuma vez. O primeiro mapa da Havan Liberty no Masters Berlim terminou em 13 a 3.

Icebox (HL 3 x 13 100T): O segundo mapa do Masters Berlim foi escolhido pela Havan Liberty, em Icebox o primeiro round pistol ficou para a 100 Thieves, o time que estava no lado de defesa não deixou a equipe brasileira se aproximar do bomb e “Asuna” (Reyna) auxiliou o time nessa defesa realizando três abates. O ponto seguinte também foi para a norte-americana que mais uma vez não deixou nem a spike ir ao chão. O time ainda marcou mais duas vezes seguidas antes da Liberty conseguir fazer o seu primeiro, na quinta rodada, “shion” (Reyna) fez três abates no spike side A, ajudando o time a marcar no placar. 

Em seguida a 100T fez mais um ponto, mas a equipe brasileira voltou a reagir na rodada seguinte, dessa vez o ataque foi para o ponto B, “pleets” (Sage) levou a spike ao chão, os times se enfrentaram na área do bomb e “myssen” (Viper) com seu triplo abate ajudou o time a por o segundo no placar. No round seguinte, os brasileiros marcaram mais uma vez na região do B,  “nitr0” (Viper) e “Asuna” decidiram não confrontar a HL que estava com vantagem numérica, guardando armamento para a rodada seguinte. A HL marcou mais uma vez, se aproximando do empate, o time tentou a entrada no ponto A, mas a defesa da 100T estava avançada, fazendo com que o time optasse por rotacionar e plantar B, por fim “liazzi” (Jett) ficou contra “nitr0” e o brasileiro levou a melhor, não deixando o defuse para o adversário. Em seguida, o que poderia ser o empate na verdade é mais um ponto para 100 Thieves, que fecha a primeira parte com uma vantagem de quatro pontos no placar. 

Na mudança de lados a Havan Liberty foi para o lado defensor e garantiu o ponto na rodada pistol, a 100T tentou entrar no spike side A, mas acabou sendo eliminado rapidamente por “shion” (Reyna) que garantiu quatro abates. Na rodada seguinte, o time marcou mais uma vez, eliminando os jogadores que tentaram ir para B usando o duto. Depois dos pontos seguidos da Liberty, o time norte-americano voltou a reagir, não deixando que a equipe brasileira efetuasse uma defesa efetiva. O Icebox do Masters Berlim foi finalizado em 13 a 6, com a vitória do 100 Thieves.

O Masters Berlim continua neste sábado (11) com mais um representante brasileiro, a Vivo Keyd enfrenta a Team Envy no último jogo do dia, as 16h. A transmissão acontece nos canais oficiais de Valorant no YouTube, Twitch e Nimo TV. A Havan Liberty segue em Berlim, o time vai enfrentar a equipe perdedora do confronto entre Crazy Raccoon e Gambit.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top