e-Sports

Valorant: Team Vikings, FURIA, Sharks e Gamelanders vencem no primeiro dia do VCB 3

Foto: Reprodução/Riot Games.

O Valorant Challengers Brazil (VCB) retornou esse sábado (3) com a primeira etapa da sua terceira edição. Team Vikings, FURIA Esports, YNG Sharks e Gamelanders foram as equipes vitoriosas das disputas MD1 (Melhor de uma) do primeiro dia da competição e garantiram vaga na chave superior do VCB. Por outro lado, as equipes perdedoras – Stars Horizon, SLICK, NO ORG 2.0 e Havan Liberty – ainda jogam amanhã pela chave inferior, no modelo MD3, pela chance de continuar na competição.

Stars Horizon (9) x (13) Team Vikings

Line-up SH: V1nny, DGZINXL99, Pancada, Chase e Fuzari.

Line-up VKS: Sacy, Saadhak, Sutecas, Gtn e Frz.

Haven: Os dois primeiros rounds da partida foram levados pela Stars Horizon, que nas duas ocasiões eliminou Sacy logo no início da rodada e aproveitou a superioridade numérica para converter os pontos. A Team Vikings, porém, se adaptou rápido às entradas da SH, e no primeiro round armado já converteu a rodada com boa defesa do ponto C. A equipe continuou pontuando, e logo virou a partida para 3 a 2. Apesar do round seguinte ter sido marcado pela boa jogada de Frz, a SH confirmou mais um ponto e chegou ao empate logo em seguida. A partir do empate, a VKS tomou conta da partida nos próximos rounds, chegando até 7 pontos antes do próximo da SH. Quando interrompeu a sequência dos adversários, a Stars Horizon converteu dois rounds e alcançou a troca de lados com o placar de 7 a 5.

No início da segunda metade, vimos o mesmo equilíbrio com a VKS no ataque. Copiando o roteiro do início do jogo, porém com atores diferentes, a Team Vikings abriu os dois primeiros rounds após a troca com vitória, mas viu a SH levar uma sequência de três rounds e ficar apenas a um ponto dos adversários (8 a 9). Mas a sequência da SH foi interrompida pela VKS com outros dois pontos marcados pela equipe com destaque novamente para a performance do FRZ, que foi fundamental na reação da Vikings. Após o nono ponto da Stars Horizon, a Vikings marcou mais duas vezes e garantiu a primeira vitória da noite de abertura do VCB 3 com o placar de 13 a 9.

FURIA Esports (13) x (4) SLICK

Line-up FUR: Khalil, Mazin, NZR, Qck e Xand.

Line-UP SLK: Aspas, Dimas, Donsa, Maverick e Veronezze.

Bind: O início do mapa pendeu completamente para o lado da FURIA, com a equipe levando os 5 primeiros rounds em uma sequência impressionante construída em cima da irresponsabilidade econômica da SLICK ao forçar o segundo round e ter todos os jogadores eliminados. A escolha da SLK gerou uma bola de neve econômica que colocou a equipe em desvantagem durante boa parte do início da primeira metade. Vale destaque o bom desempenho de QCK, da FUR, que foi responsável pela maioria dos abates decisivos enquanto a equipe atacou.

Depois do quinto ponto seguido das panteras, a SLK finalmente marcou seu primeiro, em uma tentativa mal sucedida de entrada no ponto A da FURIA. Mesmo sendo interrompidos pela SLK, a FUR logo retomou a vitória para marcar mais uma sequência em cima da boa atuação de qck, que novamente complicou as coisas para a SLK. Em um clutch de Mendes, a SLK pontuou novamente, mas ainda se manteve muito atrás no placar sem marcar mais na primeira metade, alcançando a troca de lados com o placar marcando 10 a 2.

Após a troca de lados, a SLICK voltou ligeiramente melhor e pontuou o Round Pistol em uma boa jogada do Veronezze, e no forçado da FURIA. Logo no primeiro armado, porém, as panteras voltaram a pontuar e ficaram apenas a dois pontos da vitória. O próximo ponto furioso veio em um Ace de Khalil que simplesmente matou todos os jogadores adversários de uma só vez, e o Match Point veio logo em seguida, em uma entrada forçada sem sucesso no ponto B do ataque da SLICK. Assim, a FURIA chegou à sua primeira vitória no VCB 3.

YNG Sharks (13) x (10) No Org 2.0

Line-up SHK: DeNaro, Frasan, Gaabxx, Light e Prozin.

Line-up NO2: Kon4n, Luk, Matheuszinl, Riotzz e Tuyz.

Icebox: A terceira série da noite começou bem mais equilibrada, apesar do placar. A Sharks chegou com tudo emplacando uma sequência de 6 pontos antes do primeiro da NO2. Apesar da distância entre as equipes no placar, é importante ressaltar que cada um dos pontos da primeira sequência da Sharks foi extremamente disputado, com a equipe iniciando os rounds muitas vezes na inferioridade numérica. Mesmo assim, a SHK foi eficaz em reverter as situações desfavoráveis que se apresentaram o início da primeira metade. Depois do sexto ponto da Sharks, a No Org pediu uma pausa tática e voltou com tudo para a partida, emplacando uma sequência impressionante de cinco rounds seguidos, sendo interrompida por um ponto da Sharks assim chegando ao placar de 7 a 5 para os adversários na troca de lados.

Após a troca, a SHK seguiu pontuando e levou os dois primeiros rounds da segunda metade. Já no primeiro armado, porém, a NO2 se reencontrou com a vitória e marcou quatro pontos em seguida, empatando a partida e colocando fogo no duelo. Depois do empate, a NO2 ainda virou a partida, mas tirou o pé do acelerador e acabou sofrendo uma nova virada pela Sharks, que diferente dos adversários, continuou pontuando e fechou o mapa com o placar de 13 a 10 e com a vitória no primeiro dia de VCB 3.

Gamelanders (13) x (6) Havan Liberty

Line-up GL: Belky, Frz, e Jonn, Mwzera e Nyang.

Line-up HL: Pleets, Myssen, Liazzi e Krain.

Icebox: O início da partida trouxe uma leve superioridade da Gamelanders de Nyang, que levou os três primeiros rounds antes do primeiro ponto da Havan. Com um clutch, a HL chegou ao seu primeiro ponto, mas ainda assim sentia muita dificuldade para levar a Spike ao solo. O segundo e o terceiro ponto da HL veio só depois do sexto da GL, o que evidenciou uma certa fragilidade em converter as vantagens que a equipe adquiria com os first bloods. Na primeira metade, a Havan Liberty quase sempre saía na frente das trocações, mas a GL foi muito bem no lado defensor e tentou trabalhar nos erros adversários. Ao fim da primeira metade, o placar marcava 9 a 3 para a Gamelanders.

Na segunda metade, a Havan Liberty entrou bem melhor e levou os dois primeiros rounds, mas logo viu a GL se reencontrar com a vitória no primeiro round armado. À essa altura da partida, percebemos que as duas equipes optaram por plays mais lentas, esperando sempre o erro dos adversários pra fazer o primeiro movimento e iniciar as trocações. Foi só depois que a GL engatou sua sequência, que as plays mais rápidas de rushs voltaram a aparecer, alternando nos dois Spikesites. Dessa forma, a Gamelanders de Belky chegou ao 13º ponto e confirmou a vitória da última série desse sábado de VCB.

A etapa 1 do Valorant Challengers Brazil (VCB) 3 continua amanhã (4), às 17h, com as partidas da chave inferior entre os perdedores de hoje. A transmissão do VCB é feita nos canais oficiais de Valorant da Riot Games no YouTube, Twitch e Nimo TV.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top