e-Sports

Valorant: Stars Horizon avança na repescagem mas cai para B4 Angels que se classifica para a final do Game Changers

Foto: Reprodução/Riot Games.

O VCT Game Changers, campeonato feminino de Valorant oficial da Riot Games continuou neste sábado (19) com os jogos da repescagem. A Stars Horizon surpreendeu a Havan Liberty e venceu de virada pelo placar de 2 a 1. Com a vitória, a equipe avançou na repescagem e jogou novamente contra B4 Angels pela última vaga na grande final da competição. No segundo compromisso da noite a B4 Angels saiu vitoriosa e colocou data para a revanche contra a Gamelanders Purple na final da competição.

O primeiro jogo da tarde de Game Changers foi entre Havan Liberty e Stars Horizon. As duas equipes prometiam um jogo muito disputado e sem dúvidas entregaram. O confronto precisou dos três mapas para ser decidido, Icebox, Ascent e Haven. No primeiro mapa da tarde, a Havan Liberty venceu sem tomar conhecimento das meninas da Stars Horizon, com um placar amplo, dando a entender que a tarde traria um confronto desequilibrado para o lado da equipe. Em Ascent, porém, pick da Stars Horizon, o jogo foi completamente diferente, com o time abrindo grande vantagem no placar ainda na primeira metade, e administrando o resultado para sair com o primeiro Map Point.

A partida precisou ser decidida em Haven, numa das séries mais disputadas do cenário profissional feminino. As duas equipes protagonizaram um duelo cheio de empates e viradas, mas a Stars Horizon saiu vitoriosa da série com o placar de 14 a 12, e confirmou a vaga na fase final da repescagem contra a B4 Angels, disputa que garantia vaga na Grande Final do Game Changers, enquanto a Havan Liberty foi eliminada da competição.

Avançando para o último jogo da repescagem, foi vez da B4 Angels enfrentar a Stars Horizon. As Angels caíram para a chave inferior depois de perder para a Gamelanders Purple na MD5 de quinta-feira (17) e veio para partida descansada contra uma Stars Horizon que já havia jogado mais de 50 rounds contra a Havan Liberty. Apesar da boa atuação da SH contra a HL, as meninas da equipe não conseguiram bater as Angels, uma das duas equipes mais fortes do cenário feminino de Valorant.

O confronto foi decidido em dois mapas, Ascent e Breeze, dois mapas onde as Angels mostraram porque eram as favoritas do confronto. Em Ascent, a Stars Horizon só acordou no final da segunda metade, fechando o mapa com a derrota pelo placar de 13 a 6. Já em Breeze, o confronto foi um pouco mais desequilibrado, com a SH pontuando só três vezes na primeira metade e uma vez na segunda, chegando ao fim do mapa com a derrota por 13 a 4. As B4 Angels confirmaram a vaga na final do Game Changers e de quebra enfrentarão suas maiores rivais, as mesmas que jogaram a equipe para a repescagem: a Gamelanders Purple.

Confira um pouco mais do que aconteceu nas partidas:

Havan Liberty (1) x (2) Stars Horizon

Line-up HL: Mittens, Isa1, Let, Blu e Sayuri.

Line-up SH: Consu, Mindle, Bear, Moonnnn e Hannabacon.

Icebox (HL 13 x 5 SH): Durante todo o mapa de Icebox, ficou clara a superioridade da Havan Liberty no que diz respeito à mira e posicionamento. A partida começou com a equipe levando os dois primeiros rounds com grande eficiência e sem problemas para eliminar todas as jogadoras avançadas. Já no primeiro round armado, a Stars Horizon levou o ponto com um clutch de Mindle, mas logo se reencontrou com a derrota já no próximo round.

Ao longo da primeira metade, a SH até tentou avançar o posicionamento na defesa, mas não foi eficaz nas trocações. Isso, somado a atuação maravilhosa de Isa1 e Let, fez com que a HL pontuasse round a round, sendo interrompida eventualmente por um esporádico ponto adversário. Na troca de lados, o placar marcava 9 a 3 para a Havan Liberty.

Após a troca de lados, a equipe continuou pontuando e se aproximou do Map Point no mapa de escolha da HL. Foi só depois do décimo primeiro ponto adversário que a Stars Horizon marcou seu quarto, ainda tendo uma grande desvantagem pela frente. O time ainda marcou mais uma vez, mas não foi capaz de impedir a Havan Liberty de chegar ao Map Point com o placar de 13 a 5. “Sayuri” (HL) foi a jogadora com mais eliminações, com 20 abates e 2 first bloods.

Ascent (HL 11 x 13 SH): O segundo mapa da primeira série desse sábado de Game Changers começou bem diferente, com a Stars Horizon levando os cinco primeiros pontos enquanto no lado defensor. A equipe conseguiu ler, durante toda a primeira metade, com extrema eficiência todas as possíveis jogadas da Havan Liberty. Em Ascent, Mindle e Hannabacon foram os grandes destaques da primeira etapa e ajudaram a Stars Horizon a alcançar a troca de lados liderando pelo placar de 8 a 4.

Na segunda metade, a Havan Liberty emplacou uma sequência incrível, que reverteu o placar de 8 a 4 para 10 a 8. Jogando na defesa, a equipe encaixou os posicionamentos e em vários momentos executou avanços para pegar as jogadoras adversárias desprevenidas. Foi só depois do décimo ponto da HL que a SH marca novamente para somar 9 pontos no placar. No round seguinte, porém, a equipe atrás no placar se reencontrou com a derrota em um clutch de Mittens, e a HL se aproximou ainda mais do Match Point.

O final da partida pegou fogo com o ponto da SH no round impressionante de Hannabacon, que deixou a diferença entre as equipes no mínimo. A equipe não desistiu em nenhum momento, e após aplicar a virada em 12 a 11, confirmou o Map Point e levou a disputa para Haven. A melhor jogadora de Ascent foi Isa1, da Havan Liberty, com 26 abates e 4 first bloods.

Haven (HL 12 x 14 SH): No mapa decisivo da noite, vimos um dos confrontos mais equilibrados do cenário profissional de Valorant. A Stars Horizon saiu na frente do placar levando os dois primeiros rounds, mas logo em seguida viu a Havan Liberty encostar no placar. A partir desse momento, aconteceram uma série impressionante de empates e viradas. Ilustrando o equilíbrio do placar, ao final da primeira metade o placar marcava 6 a 6.

Após a troca de lados, o mesmo roteiro. A SH começou levando o Round Pistol e o econômico, mas logo em seguida a HL empatou novamente. Assim como na primeira parte, as duas equipes se intercalaram na frente do placar com subsequentes empates e viradas. Foi só no final da partida, já no Overtime, que a Stars Horizon finalmente conseguiu abrir os dois pontos de vantagem e garantir a vitória na série e a vaga na final da repescagem com o placar de 14 a 12.

B4 Angels (2) x (0) Stars Horizon

Line-up SH: Consu, Mindle, Bear, Moonnnn e Hannabacon.

Line-up B4A: Celinett, Shyz, Isaa, Tayhuhu e Suidogui.

Ascent (B4A 13 x 6 SH): O início de Ascent começou pendendo completamente para a defesa da B4, que se mostrou superior em posicionamento e em trocação, começado os rounds quase sempre em superioridade numérica. Vale o destaque para a atuação da Shyz nessa primeira metade, sendo quase sempre responsável pelos últimos abates das rodadas. Na troca de lados, o placar marcava 8 a 4 para as B4 Angels.

Após a troca de lados, as Angels continuaram pontuando, levando o Round Pistol e o econômico, mas logo no primeiro armado tiveram todas as jogadoras eliminadas pelas adversárias. As meninas da Stars Horizon só marcaram mais uma vez na segunda metade enquanto viram as Angels marcarem round a round no ataque, com entradas organizadas, dominantes e incisivas. A B4 confirmou o primeiro Map Point da noite com o placar de 12 a 6 no mapa de escolha da Stars Horizon. Celinett foi a jogadora com mais eliminações, ao todo foram 23 abates e 3 first bloods.

Breeze (B4A 13 x 4 SH): O segundo mapa da série final da repescagem do Game Changers, Breeze, começou parecendo que teríamos uma grande superioridade da Stars Horizon, com o time levando os dois primeiros rounds de forma muito efetiva, eliminando todas as jogadoras adversárias. No round forçado, porém, a B4 voltou com tudo para o jogo, pontuando round após round, virando a partida e alcançando o placar de 9 a 3 na troca de lados.

Na segunda metade, a B4 Angels continuou o streak e levou o Round Pistol e o forçado, impondo uma vantagem praticamente irreversível. Vale destacar a superioridade de mira das Angels em relação à Stars Horizon, que levou desvantagem em todas as Team Fights. Isaa e Shidogui foram muito bem nas trocações, encaixando head shots em momentos decisivos das rodadas, quase sempre responsáveis pela superioridade numérica nos inícios dos rounds, ou pela confirmação dos pontos com os últimos abates.

No ataque, as Angels forçaram o Ponto A e quase sempre levaram vantagem nesse setor do mapa. Depois de várias entradas incisivas no Spikesite em questão, a B4 finalmente chegou ao décimo segundo ponto e à situação de Match Point. As meninas da SH ainda levaram mais um ponto, mas não foram capazes de reverter a ampla desvantagem criada ao longo da partida. As B4 Angels confirmaram a vitória na série e garantiram a vaga para a Grande Final do Game Changers contra a Gamelanders Purple.

A Grande Final do VCT Game Changers acontece amanhã (20) às 17h entre Gamelanders Purple e B4 Angels. A transmissão acontecerá nos canais oficiais de Valorant da Riot Games na Twitch, YouTube e NimoTV.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top