Flamengo

Vice do Flamengo, Bap diz que fez ‘colocação infeliz’ sobre Abel Braga

Foto: Divulgação/Flamengo

O vice-presidente de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, conhecido como Bap, fez declarações polêmicas sobre Abel Braga ao “Canal Ser Flamengo” e gerou grande repercussão. O dirigente acreditava que Abel Braga, no comando do Flamengo, “deveria estar de sacanagem” e pensava que “ou ele bebeu, ou está drogado” com relação as entrevistas. No entanto, nesta terça-feira, o dirigente reconheceu que foi uma declaração infeliz ao publicar uma nota oficial no site do clube.

– Justamente por isso, para mim foi motivo de tristeza a repercussão negativa sobre parte da minha fala em relação ao técnico Abel. Reconheço que fiz ali uma colocação infeliz, que não condiz com a realidade, nem com a minha opinião pessoal sobre ele, até mesmo porque ninguém em sã consciência poderia, de fato, acreditar que o técnico Abel seria bêbado ou drogado – em trecho da nota.

No momento em que o Flamengo estava procurando um treinador, Bap já tinha deixado claro que Renato Gaúcho, Abel e Rogério Ceni eram os alvos, no entanto, o clube optou por mais “quilometragem”. Com isso, Landim e Conselho optaram por focar em Renato e Abel. O primeiro, que ainda comanda o Grêmio, optou por ficar no Rio Grande do Sul. Assim, Abel foi o nome da vez para assumir o clube rubro-negro em 2019

Confira a nota de esclarecimento de Bap:

“Considerando a repercussão de parte da entrevista que concedi recentemente ao blog “Ser Flamengo”, venho a público esclarecer o seguinte:

O técnico Abel Braga é merecedor do respeito e da admiração de todos nós, tanto pelo seu histórico de conquistas esportivas, como pela pessoa honrada que é.

Justamente por isso, para mim foi motivo de tristeza a repercussão negativa sobre parte da minha fala em relação ao técnico Abel. Reconheço que fiz ali uma colocação infeliz, que não condiz com a realidade, nem com a minha opinião pessoal sobre ele, até mesmo porque ninguém em sã consciência poderia, de fato, acreditar que o técnico Abel seria bêbado ou drogado.

Minha intenção em momento algum foi ofender o técnico Abel, mas apenas falar sobre a divergência de visões que tivemos em determinado momento sobre o que seria melhor para o futebol do Flamengo.

Se a maneira como coloquei o meu ponto de vista pareceu ofensiva, penso ser pertinente uma retratação pública, que ora faço, para que não pairem dúvidas sobre a idoneidade e retidão de caráter do técnico Abel Braga.

Luiz Eduardo Baptista
VP de Relações Externas”

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top