Lutas

Vitor Belfort x Oscar de la Hoya é convertida a luta oficial de boxe

Vitor Belfort
Divulgação/UFC

Vitor Belfort e Oscar de la Hoya subirão aos ringues no próximo dia 11, em Los Angeles, para um duelo de boxe. A luta, que originalmente estava marcada para ser como exibição, agora será oficializada e sancionada pelas regras gerais do boxe.

A ESPN americana e o MMAFighting reportam nesta quarta-feira (21) que a luta, que será promovida pela plataforma Triller, não será mais feita sob regras de exibição, mas sim será ‘para valer’. Com isso, o combate terá seu resultado citado nos carteis de ambos

– Oscar disse que está na melhor forma de sua vida. Ele disse ‘dane-se isso de exibição, vamos para valer – afirmou o dirigente da Triller, Ryan Kavanaugh, que declarou que ambos estão preparados para a luta.

Nas regras divulgadas para o evento, o duelo Belfort x De La Hoya terá oito assaltos de dois minutos cada e luvas de dez onças para os lutadores. O combate, que ainda não estaria totalmente confirmado com as assinaturas dos contratos, será em peso caso de 180 libras (81,6kg).

A única experiência do ‘Fenômeno’ no boxe profissional aconteceu em 2006, ao vencer por nocaute Josemário Neves por nocaute. O brasileiro chegou a marcar uma luta contra Mike Holston, personalidade das redes sociais conhecida por ‘The Real Tarzann’ para junho, mas tal luta foi cancelada em favor de um duelo contra um dos maiores boxeadores da história recente. Vitor Belfort não luta desde o duelo com Lyoto Machida, em 2018, pelo UFC, no qual saiu derrotado.

Já Oscar de la Hoya não luta desde 2008, quando foi derrotado pelo filipino Manny Pacquiao. O americano de origem mexicana conquistou títulos por seis divisões diferentes no boxe e se tornou um dos grande nomes da nobre arte, com lutas histórias contra gente como Pacquiao, Floyd Mayweather Jr, Shane Mosley. Bernard Hopkins e Julio Cesar Chavez, entre outros. Desde sua aposentadoria, havia se dedicado à Golden Boy Promotions, empresa de promoção de lutas.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top