Cruzeiro

Wagner Pires de Sá, ex-presidente do Cruzeiro, é hostilizado em restaurante de BH

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Nesse domingo (28), o ex-presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, e sua esposa foram abordados em um restaurante localizado na Região Centro-Sul de Belo Horizonte por torcedores cruzeirenses. Um vídeo sobre a ação viralizou nas redes sociais, e ao que parece cerca de três pessoas cobravam explicações do ex-dirigente em relação a situação do clube. 

No momento, foi a esposa de Wagner Pires de Sá quem tomou a frente da discussão, tentando evitar perguntas. A todo momento, os torcedores afirmavam que não iriam agredir o ex-presidente. Wagner chegou a culpar os atuais responsáveis pelo Cruzeiro pela denúncia veiculada no Fantástico em 2019. Segundo ele, o atual presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues, é quem colocou o Cruzeiro em tal situação. 

Além disso, os funcionários do restaurante tentaram intervir e afastar os torcedores, que pediram, também, que o ex-presidente do Cruzeiro mudasse de cidade. Confira o vídeo: 

Vìdeo: Reprodução

Até o momento, nem o Cruzeiro nem Wagner Pires de Sá se pronunciaram sobre o ocorrido. 

Após o rebaixamento do clube, em 2019, e uma série de denúncias, Wagner Pires de Sá renunciou o cargo de presidente do Cruzeiro, em meados de dezembro daquele ano. Depois disso, ele continuou a ser investigado pela Polícia Civil e Ministério Público, ambos de Minas Gerais. Em novembro do ano passado, Wagner Pires de Sá, inclusive, se tornou réu, junto com Sérgio Nonato e Itair Machado, ex-dirigentes do clube.

Wagner Pires de Sá foi denunciado pelos crimes de falsidade ideológica, apropriação indébita e formação de organização criminosa. 

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top