Futebol Internacional

Wijnaldum deseja deixar o PSG ao final da temporada, diz emissora

FOTO: DIVULGAÇÃO / PSG

O volante holandês Georginio Wijnaldum não conseguir ter no Paris Saint-Germain a sequência que esperava e, menos de uma temporada após chegar ao clube, o jogador já está planejando sair. De acordo com a emissora “Sky Sports”, o holandês está preparado para deixar o PSG durante o mercado de inverno europeu, embora isso não seja admitido publicamente. O clube francês quer manter o atleta, mas entende que sua saída pode significar a chegada de outros reforços.

Wijnaldum chegou ao PSG a custo zero, após o seu contrato com o Liverpool ter se encerrado. Ao todo foram seis temporadas na Premier League, cinco delas pelo Liverpool, aonde Wijnaldum se consolidou como um dos grandes jogadores de meio campo. A expectativa era de que o jogador pudesse repetir na França o sucesso que teve na Inglaterra, mas isso não aconteceu.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Até aqui na temporada, o volante holandês disputou 25 jogos, marcou três gols e deu duas assistências. Embora o seu número de jogos seja bastante expressivo, Wijnaldum foi titular em apenas 15 partidas. O jogador está incomodado com a posição que tem na equipe de Maurício Pochettino e tem projetado uma saída.

Se Wijnaldum realmente sair, o PSG poderá investir em outras contratações. Um dos alvos do clube é o francês Tanguy Ndombélé, que atualmente defende o Tottenham. O jogador é considerado uma peça importante para reforçar o setor do clube. Apesar disso, tudo vai depender da sequência do planejamento do PSG.

Neste momento, a diretoria trabalha com a intenção de manter Wijnaldum visando a próxima temporada, ainda mais com uma possível mudança de treinador. De acordo com a imprensa francesa, Zinedine Zidane é o principal alvo para assumir o cargo que atualmente é de Maurício Pochettino. Somente com a chegada de um novo profissional, o PSG terá uma avaliação do elenco para definir os jogadores que serão liberados.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top