Fluminense

Willian Bigode fala sobre seu primeiro dia de treinamento no Fluminense: “Bem intenso”

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Ontem aconteceu o primeiro treino dos jogadores do Fluminense para iniciar a pré-temporada no CT Carlos Castilho. Buscando quebrar o jejum de títulos – que já dura quase dez anos -, o Tricolor se reforçou bastante para este ano. Um dos contratados é Willian Bigode. O atacante, em entrevista à FluTV, falou sobre a sensação de se juntar ao elenco do Flu.

+Lucca não se reapresenta com elenco e avança por rescisão de contrato com o Fluminense

– Já criou essa expectativa na noite anterior. Até para dormir parece que a gente perde o sono, imaginando como vai ser esse encontro com os novos companheiros. Mas não tinha dúvidas de que seria muito bem recebido, encontrar um grupo tão bom. Isso é maravilhoso, ser bem recebido, se sentir bem num ambiente no primeiro dia. Não somente da parte da diretoria, do estafe, mas também de toda a comissão e dos atletas. Tenho certeza que vai ser um início de um trabalho árduo, mas um ano de conquistas e muito abençoado para todos nós.

A delegação Tricolor terá quase duas semanas para trabalhar antes da estreia na temporada. O primeiro jogo oficial do ano será pelo Campeonato Carioca no próximo dia 26, contra o Bangu. O técnico Abel Braga planeja ir com força máxima no Estadual visando encontrar a melhor formação para enfrentar o Millonarios, da Colômbia, no dia 22 de fevereiro, pela Pré-Libertadores.

Ainda na entrevista realizada no canal do clube, Willian Bigode comentou sobre a intensidade do primeiro dia de trabalho com os companheiros de equipe.

– Primeiro dia já com treino bem intenso. Mas acredito que é importante a gente já começar dessa forma. Começa uma boa corrida, depois já com o trabalho com bola. Tenho certeza que todo esse trabalho, onde muitas vezes acabamos o treino de uma forma bem cansada, mas sabendo que daqui uns dias vamos estar colhendo esses frutos.

Confira na íntegra os bastidores do primeiro dia de treinamento

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top