Esportes olímpicos

Zé Toledo supera grave lesão e comemora presença no time brasileiro de handebol em Tóquio

Zé Toledo supera lesão e completa time de handebol do Brasil como armador
Foto: Miriam Jeske/COB

O armador rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho no Campeonato Mundial de handebol no Egito, em janeiro, e teve cinco meses para se recuperar para viver o sonho de competir sua segunda Olimpíada pelo Brasil. Quando sofreu a lesão e passou por cirurgia faltando poucos meses para os jogos, Zé Toledo viu seu sonho ir por água abaixo.

Porém, o atleta teve apoio de sua família, namorada, amigos e profissionais da seleção, e apostou em sua capacidade de superação. Agora, na cidade de Ota, em uma das oito bases montadas pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil), ele se prepara para fazer sua segunda participação em Olimpíadas pelo Brasil.

– Para mim é muito especial estar aqui. Foi uma batalha muito difícil, mas os Jogos são sobre isso, sobre batalhar e não desistir” – afirmou o jogador.

– A dor que eu senti quando me lesionei não foi do joelho, foi um desespero. Eu imaginei que tinha perdido tudo pelo que tinha batalhado. Durante o processo de recuperação, algumas vezes eu pensei em desistir, ainda bem que tive ajuda dos meus pais, da minha namorada, dos meus amigos e do meu fisioterapeuta, Daniel Santos, que acreditou em mim – completou.

Para saber tudo sobre as OLIMPÍADAS, siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Zé Toledo morava em Ribeirão Preto com a família antes da lesão, mas após a cirurgia, ficava em São Carlos de segunda a sábado para fazer fisioterapia.

– Fiz isso por cinco meses, alguns dias eu passava 12 horas na clínica. Não foi fácil”, relembra o armador. – disse Zé.

+Dias e horários dos jogos e competições das Olimpíadas de Tóquio

Com grande melhora do jogador, o técnico Marcos Tatá resolveu convocá-lo para amistosos do elenco brasileiro na reta final e constatou boa evolução do armador:

– Precisávamos ver como seria essa transição para a quadra. Se ele estivesse bem, iríamos convocá-lo para os Jogos. – afirmou o técnico.

Após o ciclo de testes, o armador se concretiza na equipe e afirma que está bem preparado:

A primeira impressão que tenho é que estou bem preparado. Estar aqui é a realização de um sonho”, disse o jogador, que estreia em Tóquio contra a Noruega, no dia 24. – concluiu.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top