Alessandro se explica após declaração polêmica contra Júnior Moraes

Foto: Daniel Augusto Jr// Agência Corinthians

Na tarde desta terça-feira (6) o Diretor de Futebol do Corinthians, Alessandro, se explicou à imprensa com relação a sua polêmica declaração feita contra o atacante Júnior Moraes do elenco, onde o dirigente afirmou que o centroavante era covarde e mentiroso, além de pedir desculpas ao torcedor corinthiano por terem visto Júnior vestir a camisa do Timão.

                 

Em entrevista ao UOL, o dirigente afirmou que não se arrepende sobre o que disse, principalmente pela atitude de Moraes com ele, mesmo porque foram realizadas três reuniões com o atleta no sentido de chegarem à um acordo amigável, entre ambas as partes, para a rescisão contratual. As reuniões entre os dois, foram feitas com o intuito de definir o futuro do jogador, entretanto o centroavante decidiu entrar na Justiça mesmo assim, para cobrar o recebimento de uma quantia de R$ 3,8 milhões juntamente com a rescisão do seu contrato com o clube do Parque São Jorge.

’’A minha declaração pode ter sido um pouco forte, mas ela foi bem clara. Ninguém ficou em dúvida ali. Tive três reuniões presenciais com o Júnior, em que ficamos conversando por mais de uma hora’’, afirmou Alessandro, dirigente do Corinthians.

’’Desde o início, a nossa intenção e a dele era chegarmos a um consenso para uma rescisão contratual de ambos os lados. Estávamos tentando passar para ele que, a partir do momento de que a decisão era de ele não mais jogar, que ele saísse pela porta da frente de um clube tão grande quanto o nosso. E ali a gente estava propondo chegar a um consenso, um acordo’’, afirmou Alessandro.

O diretor do Corinthians ainda revelou que, as negociações entre ambas as partes estavam caminhando com uma tônica já mais de avanço neste sentido, porém se surpreendeu negativamente com o atleta, quando Júnior de forma repentina, entrou com ação trabalhista na Justiça pedindo ainda o sigilo sobre esta ação.

’’Fizemos isso por três ocasiões, a evolução estava muito próxima de uma rescisão em consenso, e aí, do nada, a gente desperta no dia seguinte com ele ingressando contra nós com uma ação trabalhista e pedindo o sigilo dessa ação’’, completou Alessandro.

Por fim, o dirigente ainda afirmou que irá tentar resolver esta situação o mais rápido possível, internamente, de alguma forma ou de outra. ’’Foi uma situação extremamente decepcionante da minha parte que a gente vai tentar resolver de alguma forma’’, concluiu Alessandro.

Siga o Esporte News Mundo no FacebookTwitterYouTubeInstagramKoo e TikTok

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo