Atlético-MG

“Anti lei do ex”, Cazares não pode enfrentar o Atlético-MG no 2º turno do Brasileiro; entenda.

Foto: Rodrigo Coca/ Corinthians
— Continua depois da publicidade —

Com a rescisão de contrato entre Juan Cazares e o Atlético, publicada na última segunda-feira (27) no Boletim Informativo Diário (BID), o equatoriano estaria disponível para enfrentar o ex-clube pelo Corinthians. Porém, através de uma cláusula contratual, o meia foi impedido de enfrentar o Galo no 2º turno do Campeonato Brasileiro.

Além da cláusula “anti lei do ex” colocada pelo Atlético, o clube alvinegro mantém 20% dos direitos do jogador, que teve o fim de contrato adiantado. Cazares jogaria pelo Galo até dezembro desse ano, mas conseguiu negociar sua saída e fechou com o Corinthians até junho de 2021.

A saída de Cazares do clube mineiro, assim como do seu companheiro de equipe Otero (que também está atuando no Corinthians e não pode enfrentar o ex-time alvinegro) foi facilitada devido ao técnico Jorge Sampaoli. O treinador optou por não utilizar os jogadores e mantê-los fora de sua equipe. A decisão foi aceita pela diretoria do Atlético.

Nesse ano, Cazares jogou apenas uma partida pelo Galo, antes da pandemia. No período de isolamento social, o atleta contraiu o Covid-19 e entrou em polêmicas (como a da festa realizada em sua casa durante a pandemia), saindo dos planos de Sampaoli. Antes de sua saída do Atlético, o meia equatoriano não estava treinando no time profissional do clube alvinegro, mas sim na equipe de transição, confirmando que não seria mais utilizado.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top