Política

Após tentativa de troca no comando da PF, Sérgio Moro pede demissão

Nesta quinta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro comunicou ao ministro Sérgio Moro que efetuaria uma troca na direção-geral da Polícia Federal, hoje comandada por Maurício Valeixo. A decisão deve ser concretizada nos próximos dias e, provocou um pedido de demissão do ministro. Com o pedido de Moro, Bolsonaro tenta fazer com que o atual Ministro da Justiça mude de escolha. As informações são da “Folha de São Paulo”.

Segundo pessoas aliadas de Moro, a saída dele será automática caso se concretize a retirada de Valeixo. Braga Netto, Ministro da Casa Civil, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria do Governo, são os escolhidos para fazer com que o Sérgio Moro mude de pensamento.

Bolsonaro há algum tempo quer ter controle das atuações da polícia e tenta essa mudança na direção. Porém, Maurício Valeixo é homem de confiança de Moro, tanto que foi escolhido pelo mesmo para o cargo.

Por outro lado, o site “O Antagonista” afirma que Moro poderia continuar no cargo caso pudesse escolher o substituto de Valeixo. O portal também afirma que Bolsonaro quer efetuar a troca para “colocar um fantoche” no cargo.

Um dos motivos de Sérgio Moro ter largado a carreira de juiz federal (onde tinha vasta fama e bom percentual de aprovação devido a condução da Lava-Jato) para virar Ministro era a sensação de sempre ser traído. Em 2018, o Ministro disse em Madri que estava cansado de “tomar bola nas costas”. Esperando por mais autonomia, a decisão de Jair Bolsonaro incomodou muito o juiz que pode estar de saída do Ministério da Justiça.

Foto: Divulgação

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo